11 de abr de 2017

NO REMORSE - No Remorse (álbum)



2017
Independente
Nacional

Nota: 9,5/10,0


Tracklist:

1. Throw the Bone
2. Trap House
3. A Flash of Thrash
4. Killing Ground
5. L.T.F.
6. Dawn of the Final Day
7. Killing Joke
8. The Ripper


Banda:


Igor Rodrigues - Vocais, guitarras
Erick Mamede - Bateria
Pedro Pellacani - Baixo, backing vocals


Contatos:

Site Oficial: 
Twitter: 
Youtube: 
Instagram:
Bandcamp:
Assessoria:

Texto: Marcos “Big Daddy” Garcia


Muitas vezes, mesmo fazendo um estilo já bem desgastado, a personalidade de certas bandas é tão intensa e clara que dá uma vida nova ao gênero. Há muitas bandas que fazem isso muito bem, tanto no exterior como no Brasil. Em termos de Thrash Metal, bandas como WOSLOM, PANZER, ANCESTTRAL, ANDRALLS, BLACKNING e muitos outros são representantes dignos que só abrilhantam o gênero. Mas existe um trio em terras cariocas disposto a entrar nesse time, com um trabalho ótimo.

Sim, estamos falando dos “Alcoholic” Thrashers do NO REMORSE, que à base de muita personalidade, garra e agressividade (obviamente alimentada por muita cerveja) chegam com seu novo lançamento, o primeiro álbum, “No Remorse”.

Esse trio tem um “approach” um pouco diferente: eles têm uma pegada mais híbrida entre a escola americana (pois sabem trabalhar bem o som), mas ainda assim, com aquela pegada mais explicitamente mais agressiva da escola europeia (em especial, ONSLAUGHT, ARTILLERY e, obviamente, TANKARD), e alguma coisa do bom e velho MOTÖRHEAD em algumas melodias secas. E isso ainda alimentado por muita garra e personalidade, permitindo que as músicas fluam de forma espontânea, agressiva, com arranjos bem dinâmicos. E o resultado final é muito, muito envolvente, acessível sem deixar de ser agressivo.

Rômulo Pirozzi produziu, mixou e masterizou o disco, tudo feito no Pyro-Z Estúdio, no Rio de Janeiro. A sonoridade é crua, rascante e agressiva até os ossos, mas nos permitindo entender tudo que a banda está tocando. Obviamente, o trio escolheu timbres mais próximos possíveis do que fazem ao vivo, sem rebuscar demais, e por isso, a energia flui das canções de forma absurda.

A arte gráfica é de Ricardo Schmidt, que fez algo simples, trabalhado em tons de cinza, preto e branco, dando uma atmosfera de crueza agressiva à música do trio.

Depois dos EPs “DEMOHate” e “Killing Ground”, vemos que o NO REMORSE evoluiu bastante. Suas músicas estão mais bem arranjadas, mas sem perder o “punch” ou agressividade. E mesmo não sendo inovador (acho que nem é a idéia deles ser), “No Remorse” é um puta disco, capaz de satisfazer o mais exigente fã de Thrash Metal.

Melhores momentos: a longa e bem trabalhada “Throw the Bone” (rápida, com riffs raçudos e envolventes, além de refrão de primeira e backing vocals muito bem postados), a curta, grossa e direta “Trap House” (que veio do EP “Killing Ground”, foi regravada e esbanja energia e força nos vocais), o arregaço sonoro de “A Flash of Thrash” (mudanças de ritmo, mostrando assim a força da base rítmica do grupo, que está ótima, e conta com a participação de Marcos Anvito, do HICSOS, nos vocais), o remake da excelente “Killing Ground”, que é outra com andamento mais cadenciado, cheia de energia, e a letra fala de Lampião, célebre cangaceiro do Nordeste do nosso país (reparem bem nos riffs certeiros), a pogante “L.T.F.” (cheia de energia Hardcore/Crossover à lá D.R.I., com vocais de primeira e bem arranjada em termos de baixo e bateria), o arregaço estripa-ouvidos de “Dawn of the Final Day” (se preparem para o slamdancing, pois as mudanças de tempos e pegada bem arranjada da canção causa este efeito), “Killing Joke”, que é outra com jeito de Crossover, curta e grossa, mostrando vocais ferozes e backing vocals bem sacados (e a letra é uma referência à “A Piada Mortal”, um clássico quadrinho de Batman escrito por Allan Moore), e a técnica mais apurada de “The Ripper”, que mostra baixo e bateria em momentos técnicos de primeira, e a letra parece referenciar “From Hell”, outro clássico quadrinho de Allan Moore, onde se fala de Jack, o Estripador.

Música de primeira, letras inteligentes... Tudo isso faz do NO REMORSE uma das bandas mais promissoras do Brasil em termos de Thrash Metal. E sim, o fígado desses putardos é de aço! E como o trio gosta de dar uma de Papai Noel pé de cana e fora de época, ou de Coelho da Páscoa Thrasher, o CD pode ser baixado aqui.

Mais um para a lista de melhores discos nacionais de 2017, e com louvor!

E cuidado: não desafie esses cabras safados!

Em tempo: o baterista Erick Mamede saiu da banda, logo, se você é um bom baterista e tem fígado de aço, achou a banda certa para ti.

NERVOCHAOS: ‘Nyctophilia’ está disponível para venda!



Ansiosamente esperado, ‘Nyctophilia’, novo álbum de um dos principais nomes do Metal brasileiro, NERVOCHAOS, está disponível para venda!

Lançado no Brasil pela Cogumelo Records, com distribuição pela Voice Music, o álbum já pode ser comprado nas principais lojas especializadas do mercado, ou diretamente com a banda, por e-mail, Facebook ou na loja oficial (https://goo.gl/aF7Xkx).

‘Nyctophilia’ é o sétimo álbum de estúdio do NERVOCHAOS está disponível no Brasil pela Cogumelo Records e pela Greyhaze Records na América do Norte e Europa.


Para esta gravação, o grupo passou um mês na cidade de Como, na Itália, no estúdio Alpha Omega junto com o produtor Alex Azzali, que também mixou e masterizou trabalho. A arte do álbum foi criada por Alcides Burn.

O disco ainda apresenta os convidados especiais Sebastian L. da banda Into Darkness e Leandro P. da banda R.N.S. Além de uma faixa, ‘Vampiric Cannibal Goddess’, que apresenta os riffs compostos por Bolverk do Ragnarok.

Dele foram tirados alguns vídeos, assista:

Videoclipe em 360° para a música ‘Ritualistic’:




Videoclipe para a música ‘Ad Maiorem Satanae Gloriam’:




Lyric video para a música ‘Moloch Rise’:



Sites Relacionados:

Fonte: Metal Media

ELIZABETHAN WALPURGA: versão física do novo álbum está disponível para venda



Enfim ‘Walpurgisnacht’, primeiro álbum completo do ELIZABETHAN WALPURGA e um dos discos mais elogiados do ano passado, ganhou sua versão física.

O lançamento está sendo feito em parceria dos principais nomes do mercado brasileiro: a Shinigami Records, que tem em seu currículo, além de amplo apoio para as bandas nacionais, lançamentos de gigantes como Accept, Anthrax, Carcass, Deep Purple, Deicide, Slayer e muitos outros no Brasil.

‘Walpurgisnacht’ já está à venda com a banda por e-mail e Facebook e diretamente com a Shinigami pelo link: https://goo.gl/DNrUag


O álbum foi gravado, mixado e masterizado por Nenel Lucena no estúdio Mr. Prog Studio, com arte da capa pela Deafbird Design Lab. Ele apresenta 9 faixas, confira o tracklist:

1. Exordium
2. Vampyre
3. Clamitat Vox Sanguinis
4. Infernorium
5. The Serpent´s Eyes and the Horns of Crown
6. The Elizabethan Dark Moon
7. The Canine Enchantment by the Phlebotomy (In the Julgular Streams)
8. Transylvanian Cry
9. Walpurgisnacht

Um preview do álbum pode ser conferido aqui:




Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

PATO JUNKIE: banda explica atraso no lançamento do novo álbum



Os caminhos das bandas independentes, especialmente de Rock/Metal, são tortuosos e muitas vezes reservam surpresas, tanto boas como desagradáveis.

Depois de celebrar a entrada do novo guitarrista, Johnny Pains, a banda nos conta que o lançamento do aguardado álbum, ‘The Ragdoll’, segundo de sua carreira, sofrerá uma atraso. Parte das gravações da bateria foram perdidas e terão que ser regravadas.

A banda explica melhor:

“Quase aconteceu uma “tragédia” com o álbum praticamente gravado. Devido a uma falha de backup e um problema com o HD, infelizmente perdemos várias tracks que haviam sido gravadas do nosso novo álbum. Conseguimos recuperar uma parte dos arquivos, porém tivemos que regravar toda a bateria de todas as músicas do disco, isso mudou um pouco nossos planos de lançamento, que certamente irá atrasar. Enfim, até essa data, já conseguimos regravar todas as baterias que agora estão em fase de edição, imprevistos como esse infelizmente podem acontecer, mas o importante é que já foi resolvido e em breve estaremos lançando novo material.”


A banda segue preparando ‘The Ragdoll’ incessantemente e promete novidades para muito em breve! Para não perder nada, curta e siga o grupo no Facebook: www.facebook.com/patojunkie

O PATO JUNKIE também convida a todos para conhecer um pouco do que vem por aí com o singles que foram disponibilizados:











Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

CREPTUM: confirmado em apresentação na cidade de Indaiatuba



O CREPTUM mostrará todo o poder de seu Black Metal e de seu álbum ‘of lies, curses and blood’ em um grande show na cidade paulista de Indaiatuba.

O show acontece no dia 21 de abril, uma sexta-feira, no tradicional Plebe Rock Bar (Rua Humaitá, 930) e conta ainda com a presença das bandas Death By Starvation e Vazio. Os ingressos serão vendidos apenas na porta por módicos R$10,00. Imperdível!



O novo álbum do CREPTUM, ‘of lies, curses and blood’, foi citado como um dos principais lançamentos nacionais do ano passado. Sua versão física foi lançada no Brasil pela Mutilation Records e está disponível para venda com a banda por e-mail ou Facebook. A versão digital também está à venda:


Um clipe para ‘On The Pale Horse’ também foi lançado, assista:




Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

TORTURE SQUAD: banda assina com gravadora inglesa Secret Service


Um dos maiores nomes do Metal Nacional, o TORTURE SQUAD, assinou com a gravadora britânica Secret Service para o lançamento do seu oitavo álbum de estúdio. O material será lançado na Europa e no Brasil pelos ingleses.

Em território europeu, o álbum sairá em duas versões em digipack contendo três bônus diferente em cada versão. Já no Brasil, o álbum contará com arte diferencada e outro bônus inédito. O material também será lançado nas plataformas digitais.

“O contato com a Secret Service veio do convite para participarmos do tributo ao Motorhead e, a partir daí, conversamos, conhecemos mais sobre o trabalho da gravadora e achamos interessante fazer a proposta de lançar o disco novo. Eles já nos conheciam, curtiam nosso trabalho e gostaram da ideia de trabalharmos juntos nesse disco. Gosto do foco da gravadora, que é de crescer trabalhando do jeito certo, buscando licenciamentos, boas distribuições e divulgação no máximo de continentes e países, com tudo às claras. A parceria tem de tudo para crescer cada vez mais e ser boa para banda e gravadora“, comenta o baterista Amilcar Christófaro.


A banda também aproveita para anunciar que a assessoria de comunicação no Brasil será feita pela Metal Media, empresa que atua na imprensa nacional há nove anos.

O novo álbum do TORTURE SQUAD, ainda sem titulo definido, está sendo produzido por Wagner Meirinho e Tiago Assolini da produtora Loud Factory. As gravações serão realizadas durante todo mês de abril, tendo previsão de lançamento para julho de 2017.

Em breve mais informações.

Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

MUGO: confira a track-list oficial do no álbum “Race Of Disorder”


Mais uma novidade é revelada pelos músicos da banda MUGO, após liberarem a capa oficial do novo álbum, informações sobre o conceito que irá ser abordado no disco “Race of Disorder” e a criação de músicas em português. A banda informa oficialmente o nome das oito faixas que irá representar a fúria e o peso no novo disco da carreira do grupo.

Pela primeira vez na carreira, a banda terá letras cantadas em português, à ideia é levar ate o público brasileiro, a música de forma mais direta e impactante, o disco como um todo irá abordar temas de protesto a realidade social e conformismo da população com toda a alienação imposta pelo governo.


Tracklist oficial de “Race of Disorder”

01 - Race Of Disorder 6:39
02 - Seeds Of Pain 4:07
03 - Corruption 4:32
04 - Sanguessugas 5:44
05 - Deliverance 5:46
06 - Think Twice 6:19
07 - Terra De Ninguém 2:56
08 - Elo Quebrado 6:28



Com o amadurecimento da banda nesses anos, pode ser nitidamente percebido que as músicas estão mais longas que nos discos anteriores, isso de deve muito ao fato de os músicos buscarem novos elementos criativos para as construções harmônicas no processo de composição.

Aos poucos “Race of Disorder” vai ganhando vida e mais informações sendo plantadas pela banda, já foi confirmado que em breve um documentário sobre a banda será lançado de forma oficial, clipe das músicas que fazem parte do novo álbum e a data oficial de lançamento do tão aguardado novo álbum da banda MUGO.

Formação:

Pedro Cipriano - Vocal
Guilherme Leal - Guitarra
Faslen de Freitas - Baixo
Weyner Henrique - Bateria

Mais informações:


BODY COUNT - Bloodlust (álbum)



2017
Nacional

Nota: 10,0/10,0


Tracklist:

1. Civil War 
2. The Ski Mask Way
3. This is Why We Ride
4. All Love is Lost
5. Raining in Blood / Postmortem 2017
6. God, Please Believe Me
7. Walk With Me... 
8. Here I Go Again
9. No Lives Matter
10. Bloodlust
11. Black Hoodie


Banda:


Ice-T - Vocais
Ernie C - Guitarra solo, backing vocals
Juan of the Dead - Guitarra base, backing vocals
Sean E. Sean - Sampler, backing vocals
Little Ice - Backing vocals
Vincent Price - Baixo, backing vocals, vocais em “Postmortem”
Ill Will - Bateria


Contatos:

Youtube: 
Bandcamp:
Assessoria:

Texto: Marcos “Big Daddy” Garcia


Muitos fãs ainda possuem ressalvas enormes com estilos que não pertencem à “old school” anos 80. Infelizmente, muitos deles desconhecem que alguns estilos que eles concebem como “modernos” ou “anos 90” são bem mais velho que a cultura deles permite perceber. Um deles é justamente a fusão do Metal com elementos de Hip Hop e Rap americanos. Estas misturas são oriundas da segunda metade dos anos 80, celebrizadas por nomes como FAITH NO MORE e a primeira fase do RED HOT CHILLI PEPPERS, e mesmo bandas de Thrash Metal como MORDRED tinham clara referência aos gêneros. Mas talvez, o nome mais forte desse gênero seja o do BODY COUNT, sexteto especializado em misturar Metal, Hip Hop e Hardcore, e criar uma música causticante e pesada. E não esperem de “Bloodlust”, novo disco do grupo, menos que música avassaladora!

Sendo o sexto disco do grupo, podemos aferir que a mistura musical que Ice-T (líder do grupo e conhecido cantor de Rap de Los Angeles) e sua gangue se propõem a fazer está madura, no ponto de tão bem equilibrada. Tudo está em seus lugares certos. E permitam a este autor dizer algo: quem tem preconceitos não sabe o que está perdendo, pois musicalmente falando, “Bloodlust” é um murro nos ouvidos, esbarrando no Thrash Metal e no Crossover muitas vezes. E como soa bem aos ouvidos!

Assim como foi em “Manslaughter” (de 2014), o grupo colocou a responsabilidade da produção de “Bloodlust” nas mãos de Will Putney. E o cara acertou a mão, pois todos os elementos do trabalho do sexteto estão muito bem equilibrados, ótimos tons instrumentais, muito peso e uma agressividade engajada contra o sistema americano e suas desigualdades. 

A capa já é simples, feita em preto, cinza e vermelho, mandando a mensagem clara aos fãs: aqui, nesse disco, o foco das atenções é todo no lado musical.

E como!

Guitarras absurdamente pesadas com riffs azedos e solos bem colocados, baixo e bateria esbanjando peso e energia com boa técnica, samples temperando tudo de forma ótima, e a voz rapper de Ice-T transforma tudo em uma massa sonora densa, agressiva e brutal, mas de bom gosto, sem mencionar algum alinhavo melódico que torna o disco uma obra prima!

E nem falamos dos convidados especiais: Dave Mustaine nas palavras declamadas de “Civil War”, Max Cavalera nos vocais em “All Love is Lost”, e Randy Blythe (do LAMB OF GOD) nos vocais em “Walk With Me...”, e ainda temos narrativas entre uma faixa e outra, como um gigantesco telejornal nos falando das violências causadas pelas desigualdades de direitos que ocorrem em muitos pontos dos EUA e mesmo do mundo. Nisso, Ice-T não abre mão de um discurso ácido, azedo e realista, cheio de palavrões e politicamente incorreto.

Musicalmente, “Bloodlust” é um forte candidato a se tornar um clássico do gênero, graças ao conjunto de canções de primeira do disco.

É impossível não ser seduzido pelo azedume abrasivo de “Civil War”, os fortes elementos de Rap e Hip Hop de cadenciada “The Ski Mask Way”, a melancólica e intensa “This is Why We Ride”, o excelente trabalho de guitarras em “All Love is Lost” (um murro nos ouvidos dos mais desatentos), o belo “medley” de covers em “Raining in Blood / Postmortem 2017”, ambas do clássico “Reign in Blood”, do SLAYER, que ganharam uma roupagem moderna e muito bruta, precedida por um depoimento de Ice-T sobre seu gosto por bandas como BLACK SABBATH, SUICIDAL TENDENCIES e SLAYER (e vocais do baixista Vicent Price); a típica canção de Hip Hop triste, adornada com guitarras, em “God, Please Believe Me”; o porradeiro insano e rápido de “Walk With Me...” (o contraste de vocais é ótimo, sem contar que baixo e bateria estão ótimos no controle dos tempos do grupo); a sinistra “Here I Go Again”, a icônica e engajada “No Lives Matter” (música do primeiro vídeo de divulgação, onde o depoimento de quem viveu em guetos explica como existe a diferenciação entre etnias nos EUA, e melhor darem uma olhadinha na letra antes de acusarem o homem de mimimi), mais uma vez com mudanças rítmicas estilo breakdown, mas uma mostrando a força dos vocais e das guitarras; e a dobradinha “Bloodlust” e “Black Hoodie” fecham o disco de forma arrasadora, com muito peso e energia, capazes de provocar pogo e stagedive sem esforços.

Antes das linhas finais, aos metidos à “old school” chatos que vivem denegrindo o trabalho da banda, uma coisinha: seu radicalismo é tão bobo mal sabem que Juan from the Dead é ninguém menos que Juan Garcia (do AGENT STEEL e do EVILDEAD), e Vincent Price é Vincent Denis, baixista do STEEL PROPHET, além de tocar também no OBSCENE GESTURE, AGENT STEEL e TOURNIQUET. Pronto, agora podem chorar à vontade e distribuir suas coleções de discos dessas bandas de graça (aceito doações).

No mais, o BODY COUNT veio arrasador, e nos deu em “Bloodlust” um dos melhores discos do ano. 

Obrigado!



BURNKILL: banda será uma das atrações do Ouros Rock Fest II!



O festival Ouros Rock Fest chega a sua segunda edição, aclamado como o maior festival da região, os organizadores informam ao público o cast oficial que irá se apresentar no dia 22 de Abril de 2017 na cidade de Conceição dos Ouros/MG.

Mesclando bandas autorais com bandas tributos, o festival terá como uma das principais atrações os mineiros do Thrash Metal, BURNKILL, considerados por muitos críticos especializados, como uma das principais referências da renovação do estilo no país.



A banda BURNKILL no último dia 10 de Abril comemorou o aniversário de um ano do lançamento de “Guerra e Destruição”, e para celebrar essa data, os músicos garantem um show explosivo e com músicas que fazem parte desse disco.

Como informado anteriormente, o evento irá contar com algumas bandas tributos, que irá apresentar apenas músicas de outras bandas já consagradas, confira abaixo as bandas autorais que irão se apresentar dia 22 de Abril no “Ouros Rock Fest II”.


Herege (Death Metal)
Skinarocker’s (Rock and Roll)
BURNKILL (Thrash Metal)
Dymon’s (Thrash Metal)
Silence (Heavy/Power)
Cova Raza (Thrash/Death)
Incurse (Death/Groove)

Os ingressos antecipados estão sendo vendidos pelo valor de R$30,00, o evento terá dois palcos para apresentação das bandas, a realização do festival será no clube Recreativo de Conceição de Ouros/MG.

Mais informações no Link do evento:


ESSENCE OF SORROW: finlandeses iniciam campanha de crowdfunding para novo álbum


A banda finlandesa ESSENCE OF SORROW informa que abriu campanha de financiamento coletivo para o novo álbum de estúdio. Os músicos já tem muito material composto e gravado para o novo trabalho, mas precisam da ajuda dos fãs para lançar o disco de maneira independente. Além do novo álbum, a campanha também engloba o relançamento do disco “Reflections of the Obscure” com uma nova gravação e masterização.

Atualmente o grupo é formado por Jani Stefanovic (Solution .45, Miseration) nas guitarras, Rolf Pilve (Stratovarius, Solution. 45) na bateria, Tom Gardiner (ex. Solution .45, ex. Hateform, ex. Red Eleven) nas guitarras, German Pascual (ex. Narnia, ex. Mind´s Eye, ex. Empire 21) no vocal e Jaakko Nikko (Reversion, System Horizon) no baixo.

“Após quase duas décadas no negócio da música, em várias bandas e projetos, decidimos tomar as coisas em nossas próprias mãos e queremos arrecadar dinheiro para o nosso novo álbum da ESSENCE OF SORROW diretamente com os fãs que sempre apoiaram nossas bandas todos esses anos”, disse o guitarrista Jani Stefanovic. Após um período um tanto longo em hibernação finalmente a ESSENCE OF SORROW está de volta. Esta campanha é uma maneira que os fãs de uma banda tem de saber exatamente onde seu dinheiro está indo e como ele será gasto pelos músicos”, concluiu o guitarrista.

Para participar do crowdfunding entre no link: https://www.indiegogo.com/projects/essence-of-sorrow-crowdfunding#/

Esta campanha é uma peça vital no financiamento destes álbum. Será uma ótima maneira para as pessoas envolvidas na produção para manter contato com o público e os fãs da ESSENCE OF SORROW. Sua contribuição e suporte nos permitirá expandir esse incrível projeto adicionando valor de produção. Os fundos vão diretamente para a produção, como gravação, mixagem e masterização de ambos os álbuns, e custos de impressão.

Uma grande parte do crowdfunding, é a possibilidade de dar algo de volta imediatamente. Prometemos atualizações frequentes, comentários, fotos e vídeos que formam o processo, e por último mas não menos importante, algumas grandes recompensas baseadas em sua generosidade.

O nosso objetivo é 20.000 € (euros) para cobrir os custos dos álbuns. Você ainda pode escolher em qual álbum deseja investir ou se deseja investir em ambos, com alguns pacotes legais, é claro. A campanha é definida como (flexível), o que significa que se o nosso objetivo não for alcançado, temos de criar uma nova estratégia com o dinheiro recebido.

Mais informações:

Fonte: TRM Press

Batalha Fest faz noite rock n’ roll no Route 330


O sábado (15/04) do feriadão vai ser em clima de rock no Route 330 Music Bar! A partir das 20h, as bandas Anissa, Depois da Tempestade, Abiosi, Verbo Perfeito e Cativeiro das Ideias são atrações do Batalha Fest, que reúne o melhor da cena rock paulistana. A noite marca os 5 anos de trajetória da Anissa e reúne outros sons autorais para não deixar ninguém parado.

A Anissa é um dos expoentes do metalcore e post hardcore de Ribeirão Preto. Jonathan Matheus (voz), Ericson Mói (baixo), Lucas Favareto (bateria e voz), Marcelo Mói (guitarra) e Vitor Pavani (guitarra) apresentam o repertório de seu EP “Batalha Nossa de Cada Dia”, que inspirou o nome do festival. 

Também em clima de celebração, a Depois da Tempestade representa o rock santista cheio de atitude em seu primeiro show em Ribeirão Preto. A banda acaba de lançar seu mais novo álbum, “Multiverso”, com destaque para os singles “Juno” e “Sobre viver”. A produção foi assinada por André Freitas (Charlie Brown Jr., Bula, Urbana Legion, A Banca). No repertório da noite, canções do novo trabalho e também do EP “Mutáv3l” (2015).

O hardcore faz parte do som da Abiosi, também calcada no metal. Carlos (voz), T. Orlando (baixo, voz), Celso (guitarra) e Carlão (bateria) estão na estrada desde 2001. Já Jonathan Down (vocais), Alan Carlos (guitarra), Paulo Batista (bateria), Luis Gouveia (baixo) e Will Vasconcellos (vocais) formam a Verbo Perfeito, que une metal e rock experimental em uma sonoridade única. Completando essa grande reunião da cena de Ribeirão Preto, a Cativeiro de Ideias sobe ao palco com seu música original. 

Tudo isso acontece no Route 330 Music Bar, que fica na Avenida Independência, 1.279, com uma vasta programação dedicada ao rock nacional. A classificação é de 14 anos.

Serviço

Batalha Fest
Data: 15/04/2017 (sábado)
Horário: 20h
Local: Route 330 Music Bar
Endereço: Avenida Independência, 1.279 - Ribeirão Preto/SP
Ingressos: R$15
Classificação: 14 anos

Rock agita Campinas no feriadão da páscoa


Seja na sexta-feira santa ou no domingo de páscoa, o feriadão tem tudo para ser rock n’ roll. A banda carioca FLEETING CIRCUS traz o seu post-rock para Campinas, tocando na sexta-feira (14), no festival Grito Rock e no domingo (16), no Bar do Zé. Quem também se apresenta na cidade são as bandas FingerFingerrr, Ceano e Laranja Oliva. O show de sexta-feira (14) é gratuito e faz parte da programação do festival Grito Rock RMC, que também acontece nos dias 15 (sábado) e 16 (domingo), na Sala dos Toninhos. Enquanto o evento de domingo tem ingressos variando entre 12 e 15 reais.

Os cariocas de FLEETING CIRCUS apresentam um repertório recheado de canções inéditas e um apanhado de singles. A banda é formada pelos músicos Taynã Frota, Rodrigo Seven e Lucas Faria, além de Felipe Vianna. Surgiram no cenário independente com o EP "Dream World of Magic" (2011), que levou o grupo a participar da trilha sonora da novela "Guerra dos Sexos" e do programa "Divertics", ambos da TV Globo. Em 2014 eles lançaram o disco homônimo, que foi mixado por Matt Wallace (Maroon 5, Faith no More) e masterizado por Jonathan Wyner (David Bowie, Nirvana). Em 2015, o documentário “Brooklyn Days”, que fala sobre a turnê da banda nos EUA foi lançado, e atualmente, os músicos seguem na pós-produção do próximo disco, que já tem o single “Disconnection” divulgado.

Tocando no domingo, no Bar do Zé, o duo paulista FingerFingerrr traz um rock com influências que vão do punk rock ao hip hop. Formado por Flavio Juliano (vocal e guitarra) e Ricardo Cifas (bateria, vocal e teclado), a dupla inclui no repertório as músicas do EP “The Lick It” e o single “Buck You”, que foi a porta de entrada da banda para palcos estadunidenses, chegando a excursionar em cidades como Nova York, Chicago, Nashville e Austin, Texas, no festival South by Southwest (SxSW).

Quem também se apresenta no domingo de Páscoa é a Ceano, que lançou o disco “Índice” no fim do ano passado. O registro revela as melodias bem construídas e inova com referências em sonoridades de Death Cab For Cutie, The Promise Ring, The Starting Line, Cap’n Jazz, sem deixar de lado as brasileiríssimas MPB e bossa nova. Ceano é André Vinco (guitarra e voz), Leonardo Rodrigues (baixo), Otávio Oliveira (guitarra) e Arthur Balista (bateria).

O show de sexta-feira (14) conta também com a apresentação da banda Laranja Oliva e com discotecagem no intervalo de Luiza Judice. A Casa Rock fica na Rua Sete de Setembro, nº 553, no bairro da Vila Industrial. Já o evento de domingo (16) será realizado no famoso Bar do Zé, no bairro Barão Geraldo, na Avenida Albino José Barbosa de Oliveira, nº 1325.


Serviço

Grito Rock com Fleeting Circus, Laranja Oliva e DJ Luiza Judice
Data: 14/04/2017 (sexta-feira)
Horário: 21h
Local: Casa Rock
Endereço: Rua Sete de Setembro, 553 - Vila Industrial - Campinas/SP
Entrada: Gratuita


FLEETING CIRCUS, FingerFingerrr e Ceano

Data: 16/04/2017 (domingo)
Horário: 18h
Local: Bar do Zé - Campinas
Endereço: Avenida Albino José Barbosa de Oliveira, nº 1325 - Barão Geraldo - ampinas/SP
Entrada: R$15 l R$12 (nome na lista)

SANGUE FRIO RECORDS: empresa oferece distribuição digital GRATUITA para seus clientes


Isso mesmo que você acabou de ler! Visando ampliar ainda mais o nível de divulgação da empresa, a SANGUE FRIO RECORDS – subsidiária da empresa Sangue Frio Produções – estará, a partir de hoje, oferecendo com exclusividade a seus clientes, a distribuição de seus materiais nas principais plataformas digitais do mundo GRATUITAMENTE.

Essa distribuição não se limitará apenas a Spotify e Deezer, mas também em TODAS as outras plataformas consideradas gigantes no mercado fonográfico atual. Confira lista:

- Spotify;
- Deezer;
- Itunes;
- Apple Music;
- Amazon Music;
- Google Play;
- X Box Music;
- Rhapsoady (Napster);

Devido a grande demanda neste setor, salientamos aqui que a SANGUE FRIO RECORDS está disponível com exclusividade para seus clientes, priorizando os mesmos, que sempre acreditaram nos projetos da empresa. Com isso, a Sangue Frio Produções fica novamente em evidência no mercado atual, sendo uma das pioneiras neste serviço. Bandas interessadas em conhecer mais sobre a distribuição FÍSICA e DIGITAL, acesse o link http://www.sanguefrioproducoes.com/clientes-corporativos/SangueFrioRecords/24 ou escreva para contato@sanguefrioproducoes.com e obtenha todas as informações (RESPOSTA IMEDIATA).

Contato de assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites relacionados:


ASKE: entrevista em vídeo para o canal Pit & Bull



Depois de um show avassalador e que rendeu inúmeras cíticas positivas na segunda edição de 2017 do Coletivo La Migra Fest, o grupo paulista ASKE concedeu uma interessante entrevista em vídeo para o canal do YouTube Pit & Bull.

Neste descontraído bate papo conduzido por Pierre Cortes, o ASKE falou sobre os mais variados assuntos, dentre eles sobre o início da banda, projetos atuais, evento em questão e muito mais. Confira:



Em outras notícias, o ASKE já tem trabalhado em um novo material, ainda sem nome nem data prevista para seu lançamento, o grupo afirma em breve trazer mais informações.

Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites Relacionados:


APOPHANOUS: banda se apresenta no “Unholy Friday Fest” neste fim de semana


O grupo paulista APOPHANOUS iniciou abril com o pé direito. Depois de uma ótima apresentação no Mineiro Rock Bar no último dia 07/04/2017, a banda segue para o segundo show do mês.

Trata-se da primeira edição do “Unholy Friday Fest”, que acontecerá nesta sexta-feira (14/04) e contará também com as bandas Crucifixion BR, Chaos Inc. e Stonevil. Confira o cartaz do evento:


Link do evento no Facebook para mais informações: https://www.facebook.com/events/606788639525578/

Serviço:
Show: 1º Unholy Friday Fest
Local: Centro Cultural Zapata
Endereço: Rua Riachuelo 328 – São Paulo/SP
Data: 14/04/2017
Horário: 18:00 horas
Ingressos: R$ 10,00

Em paralelo, o APOPHANOUS segue em processo de agendamento de datas para shows em suporte ao bem recebido “Obliteration has Come”. Para mais informações sobre como reservar uma data para qualquer cidade do país, basta entrar em contato através dos e-mails contato@sanguefrioproducoes.com ou apophanous@gmail.com.

Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites relacionados:

GUEPPARDO e MARENNA: Rock Pesado do Sul do Brasil conquistando a Argentina

GUEPPARDO

MARENNA
(Fotos: Alexandre Moraes dos Anjos e Vitor Rafael Lautenschläger)

Pelo segundo ano consecutivo a banda GUEPPARDO desembarca na Argentina para uma série de shows. Só que dessa vez o grupo não estará sozinho, os hermanos também terão a chance de conferir a performance do projeto MARENNA, convidado para acompanhar a GUEPPARDO nesta turnê.

Para a GUEPPARDO, os shows no país vizinho fazem da parte da “Animal Tour 2017” que além de contar com músicas dos álbum “Fronteira Final”, lançado em 2015, também traz canções que estarão no novo trabalho, com lançamento previsto para o fim do primeiro semestre. Outra novidade da tour é o novo baterista do grupo. Léo Singer assumiu as baquetas em março e já se apresentou com a banda em shows realizados em Porto Alegre e também no interior do Rio Grande do Sul.

O guitarrista Perÿ Rodriguez fala sobre a expectativa para o braço argentino da Animal Tour: “Desde a nossa primeira passagem por lá nós já contamos com um manager argentino, que agenda os nossos shows na Argentina e também nos países vizinhos. Então eu acredito que vai ser bem legal, nós já estamos com um visibilidade boa em Buenos Aires e em toda a região. Pessoalmente eu acho que é a oportunidade de fincar a nossa bandeira definitivamente por lá. Por que, apesar de sermos ainda uma banda do circuito underground, estamos tendo muito reconhecimento. Na primeira passagem nós demos seis entrevistas para veículos de comunicação da Argentina, dessa vez já demos duas entrevistas antes mesmo de sairmos do Brasil e já temos pelo menos mais oito agendadas, o que demonstra o aumento do interesse da mídia e do público argentino pelo nosso trabalho. Além disso, o Heavy Metal latino sempre foi uma grande influência para nós, então vamos chegar lá e tocar com toda a garra e vontade que costumamos apresentar em nossos shows” – Ressalta Perÿ.

MARENNA é o projeto criado pelo vocalista da banda Lacross, Rodrigo Marenna. Focado no AOR e Hard Rock, a banda já lançou o EP “My Unconditional Faith” e o álbum “No Regrets”, além de ser o único grupo brasileiro a ter chegado à semifinal do concurso do Sweden Rock Festival 2017.

A banda segue na “No Regrets Tour” e Rodrigo Marenna garante que o grupo está pronto para o desafio de encarar o público argentino: “A expectativa é de muito trabalho e comprometimento. Estivemos extremamente focados como banda nos últimos meses para apresentar o nosso melhor ao vivo para o público argentino, além de ser nossa primeira tour internacional, tem a cobrança pessoal e a expectativa de conhecer outras pessoas, outra cultura, outras bandas, então tudo soma!”

Ao total serão quatro shows da GUEPPARDO, contando com MARENNA como atração de abertura. No retorno ao Brasil, as duas bandas também se apresentarão juntas nas cidades de Sapucaia do Sul e Pelotas, com possibilidade de mais shows em dobradinha pelo Sul e Sudeste do país.



A/C Mateus Rister (Jornalista e Assessor de Comunicação)

CONSOLIDATE: confira o teaser do novo vídeo clipe “Limbo”



Com muito trabalho e luta dentro do underground nacional, a CONSOLIDATE acaba de disponibilizar o teaser do seu novo vídeo clipe, que terá o lançamento oficial no dia 23 de Abril.

A música escolhida para ganhar uma versão exclusiva em vídeo foi “Limbo”, ela tem a participação especial do Felipe Almeida, vocalista da banda Akira. 

Em paralelo aos preparativos do lançamento, a banda está em produção do seu novo disco. Em breve mais informações.

Confira o link abaixo:



Links relacionados:


DUDÉ E A MÁFIA: assista vídeos dos melhores momentos de apresentação no Showlivre

Assista vídeos dos melhores momentos da DUDÉ E A MÁFIA no Showlivre.


A banda DUDÉ E A MÁFIA ainda colhe os frutos da ótima repercussão da sua apresentação para o Estúdio Showlivre. Além do vídeo com a performance na íntegra, Showlivre.com também disponibilizou no YouTube o que foram considerados os melhores momentos dos mafiosos.

“O que nos surpreendeu foi a resposta do nosso público à essas performances, algo que nos agradou muito pois sempre consideramos a DUDÉ E A MÁFIA como uma banda que tem o palco como sua característica mais forte”, disse o vocalista Dudé que ainda acrescentou: “A parceria do Estúdio Showlivre na divulgação dos nossos vídeos, e da nossa apresentação nas plataformas digitais, também nos foi uma grata e maravilhosa surpresa”.

Além dos vídeos no YouTube, toda a energia da banda DUDÉ E A MÁFIA pode ser encontrada também nas plataformas Spotify, Deezer, Itunes e Napster. Atualmente formado por Dudé (vocal), Lennon Fernandes (baixo), Ed Navarrette (guitarra), Luiz Cazati (guitarra), Sérgio Navarrette (bateria) e Leandro Voinschi Lantin (teclado), a banda DUDÉ E A MÁFIA mergulhou de cabeça no velho e bom Hard Rock das décadas de 70 e 80, tudo temperado com uma pegada Blues na medida certa e letras em Português. A banda segue a estrada do Rock desde 2013 produzindo seu próprio material.

Assista os vídeos no estúdio Showlivre:

“Batom Blues” – DUDÉ E A MÁFIA no Estúdio Showlivre 2017: https://youtu.be/S8sURKfluRM



“Péssima Reputação” – DUDÉ E A MÁFIA no Estúdio Showlivre 2017: https://youtu.be/-R7JLQ3-6ug



“Algo Mais” – DUDÉ E A MÁFIA no Estúdio Showlivre 2017: https://youtu.be/3bvOhfJB8PE



“Chega Junto Baby” – DUDÉ E A MÁFIA no Estúdio Showlivre 2017: https://youtu.be/45bPgnul8-4



Links relacionados: