31 de mar de 2016

JACKDEVIL: banda traz a tradição dos anos 80 ao Roça ‘n’ Roll




Para muitos fãs de Metal, a década de 80 é a “era de ouro” do estilo devido a atmosfera e o grande número de bandas extraordinárias do período. Para ressaltar a importância dessa década, muitos grupos atuais construíram suas carreiras no conceito estético e musical dos anos 80. E uma das bandas mais promissoras dessa safra aporta pela primeira vez no Roça ‘n’ Roll: o maranhense JACKDEVIL.

A banda de Thrash/Heavy Metal se apresenta no dia 28 de maio, durante a 18ª expedição do Roça ‘n’ Roll. “A expectativa é excelente! Já tínhamos vontade de participar do evento faz muito tempo, então é uma realização enorme para nós fazer parte do cast desta edição. Temos certeza que vai ser incrível!”, disse o vocalista da banda.

O JACKDEVIL foi fundado por “quatro jovens de cabelos compridos, calças coladas e fanáticos por Heavy Metal” na cidade histórica de São Luís/MA. O ano era 2010 e André Nadler (vocal e guitarra), Renato Speedwolf (baixo), Ric Mukura (guitarra solo) e Filipe Stress (bateria), transferiram sua “paixão” pelo estilo para composições de Thrash Metal com influências do Heavy Metal tradicional britânico.

A discografia do quarteto foi inaugurada com uma demo-tape em 2012. Nos anos seguintes lançaram os CDs "Faster Than Evil" (EP, 2013), "Unholy Sacrifice" (2014) e "Evil Strike Again" (2015) que colocaram o grupo em evidência. “Acho que o motivo maior de conseguirmos conquistar nosso espaço na cena é o fator trabalho, estamos sempre correndo atrás de fazer acontecer”, ressalta Nadler.

Diante da abordagem conceitual e musical, o JACKDEVIL é considerado uma banda “old school” no cenário metálico nacional. Para o vocalista André Nadler, essa característica é um diferencial que desperta a atenção dos apreciadores desse estilo, no entanto, a dedicação do grupo é fundamental. “O estilo musical da maioria das bandas é provavelmente o principal motivo pelo qual ela tem seus apoiadores e seguidores, mas não a causa dela ser aceita. Se fosse assim, toda banda de estilo ‘x‘ alcançaria um certo status enquanto toda banda de estilo ‘y’ ficaria presa na garagem”, completa.

No festival, o JACKDEVIL vai dividir os palcos com as bandas Amorphis, Torture Squad, Tuatha de Danann, Noturnall, Impurity, Mythological Cold Towers, O Satânico Dr. Mao e os Espiões Secretos, CrackerBlues, Hatefulmurder, Concreto, Barbaria, Deadliness, Maverick, Michel Bacana, Repúdio, Meat, Silence, Masturbator e Lyria.

O Roça ‘n’ Roll 2016 tem o apoio da Frutty Refrigerantes, SpeedLife Energético, Consulado do Rock, Lady Snake, K2 Lanches, Programa Combate, Roadie Crew, Castelli Romani, Via Cabo, Wranger, Tribos S/A e Braia Studio. Outras informações no site oficial www.rocainroll.com e nas redes sociais.

SERVIÇO

Roça ‘n’ Roll – 18ª expedição

Bandas: Amorphis, Torture Squad, Jackdevil, Tuatha de Danann, Noturnall, Mythological Cold Towers, Impurity, O Satânico Dr. Mao e os Espiões Secretos, Cracker Blues, Hatefulmurder, Concreto, Barbaria, Deadliness, Maverick, Repúdio, Meat, Silence, Masturbator, Lyria e Michel Bacana.

Data: 28 de maio (sábado), a partir das 13h

Local: Fazenda Estrela (Rodovia Varginha-Monsenhor Paulo, KM 6 – Varginha/MG)

Informações e ingressos: www.rocainroll.com


JACKDEVIL


VÍDEOS

Evil Strikes Again: https://youtu.be/KK0-StlHqfY
Under the Metal Command: https://youtu.be/kORM6T_mjVE
Age of Antichrist: https://youtu.be/9uYS3yHmh24


A/C Ivanei Salgado

MAGISTER: “o gringo afirma: brasileiro tem um jeito especial de tocar”




No último dia 26/03, André Evaristo, guitarrista/vocalista da MAGISTER, participou do programa Liquidificador Rock, da Mkk Web Radio.

O músico falou sobre a fundação da banda no final da década de 90, a diversidade de influências na sonoridade, além de apresentar a nova formação. Comentou também sobre os primórdios do cenário metálico no Brasil, planos para relançamento do debut “The Magister” (2000) e do inédito “The Art of Changes”, a forte ligação com o místico nas letras e muito mais!

Para audição da entrevista completa e das músicas “Unfolding Memories”, “Over the Rainbow” e “The Endless Path” http://bit.ly/1LUNBJ5

Acompanhe o MAGISTER no Facebook: www.facebook.com/magisterludimetal

Assessoria de Imprensa: www.facebook.com/IslandPressBr


Fonte: Island Press

SUBVIVENTES: assista o vídeo ao vivo da música “Espiral Racional”





O SUBVIVENTES se apresentou no final de Março na cidade de Osasco, no projeto “Circuito Rock In Resgate”, onde divulgaram seu mais novo trabalho, “Depende De Onde Olhar”, lançado no final de 2015.

A música “Espiral Racional” foi filmada da plateia desse show, e ela pode ser conferida, aqui:


Para quem ainda não conhece o trabalho do quarteto, assista o videoclipe de “Futebol Moderno”, que foi gravado em 2014, e foi lançado no dia da estreia da Copa do Mundo no Brasil, um verdadeiro choque de realidade na cara daqueles que costumam se deslumbrar com o seu time do coração, e não enxergam o que acontece ao redor:


Essa semana a banda teve uma música apresentada no programa “Filhos da Pátria” da rádio Kiss FM, que é apresentado por Clemente Nascimento (Inocentes, Plebe Rude). Ouça, aqui:


O SUBVIVENTES foi formado em 1988, e possui 4 discos, “Lutar" (1996), "Tão Forte Quanto O Tempo" (1999), "Até Que O Dia Aconteça" (2004) e "Depende de Onde Olhar" (2015)

A formação do SUBVIVENTES traz, Alex "Galeão" (voz), Rafael "Garrafa" (guitarra), Walter "Abutre" (baixo) e Jeferson "Vermeio" (bateria)

Confira a agenda de shows do SUBVIVENTES de Abril/Maio:

09/04 - São Caetano do Sul/SP
09/04 - São Paulo/SP
16/04 - Mauá/SP
30/04 - Campinas/SP
15/05 - Santo André/SP
21/05 - Ponta Grossa/PR
22/05 - Curitiba/PR

Curta a página da banda no Facebook e além de ficar por dentro do que rola com o SUBVIVENTES, concorra a kits – que a banda sorteará esporadicamente.

Acompanhe o SUBVIVENTES nas redes sociais:



Fonte: Lanciare Comunicação & Entretenimento 
A/C ​Luciano Piantonni - Director

NAPALM DEATH: banda confirma cinco shows pelo Brasil em junho



Banda é uma das atrações mais esperadas dos últimos anos – foto: divulgação

Sim, é verdade! A banda inglesa NAPALM DEATH, uma das atrações mais aguardadas a se apresentar no Brasil nos últimos anos, finalmente acaba de confirmar nova turnê pela América do Sul.

Considerado um dos pioneiros da música extrema mundial, o grupo inglês fará sete shows no Continente, sendo que a maioria promete devastar cinco brasileiras. Esta excursão é mais uma realização da Liberation Tour Booking.

Mark "Barney" Greenway (vocal), Shane Embury (baixo), Mitch Harris (guitarra/vocal) e Danny Herrera (bateria), que neste momento, estão em plena turnê promocional do bem-sucedido álbum “Apex Predator – Easy Meat” (Century Media), possuem uma extraordinária carreira com milhões de discos vendidos em todo Mundo. 

O NAPALM DEATH tem as seguintes datas confirmadas pela América do Sul:

21/06 – Bar da Montanha – Limeira, Brasil
22/06 – A Autêntica – Belo Horizonte, Brasil
23/06 – Teatro Odisseia – Rio de Janeiro, Brasil
24/06 – Teatro Manauara – Manaus, Brasil
26/06 – Clash Club – São Paulo, Brasil
28/06 – Asbury Music Club – Buenos Aires, Argentina
30/06 – Teatro Cariola – Santiago, Chile

Mais informações sobre o valor dos ingressos serão divulgadas nos próximos dias.

Com uma lista de hits absolutos como “You Suffer”, “Suffer the Children”, “Nazi Punks Fuck Off (Dead Kennedys cover)”, “Deceiver”, “When All Is Said and Done”, “Unchallenged Hate”, “The Kill”, “Life?”, “Silence Is Deafening”, “Siege of Power”, e uma série de álbuns seminais na história do metal, o NAPALM DEATH se manteve durante toda a carreira sem seguir regras ou arbitrariedades, sem sacrificar os seus ideias e fazendo questão de provocar os principais lideres mundiais.

Formado em 1981, em Meriden, vilarejo próximo à Birmingham (UK), o NAPALM DEATH é reconhecido como o pioneiro do grindcore, estilo musical que mistura a agressividade do punk, os blast beats provenientes do black/death metal e os vocais extremamente guturais. Esta sonoridade influencia, até hoje, nomes como Nasum, Pig Destroyer, entre outros novos artistas.

O debut álbum “Scum” (1987) tornou-se substancialmente influente sobre toda a cena internacional, sendo listado entre os "50 melhores álbuns britânicos da história" pela revista Kerrang! em 2005, e está entre as bandas de death metal que mais venderam discos nos Estados Unidos.



Links relacionados:


A/C Costábile Salzano Jr.

MARIO PASTORE: cantando música italiana em evento com o maestro Carlos Bonanni





O vocalista Mario Pastore (Heaviest, Pastore, Powerfull) é conhecido mundialmente como um dos melhores cantores de Heavy Metal do Brasil, mas poucos sabem que ele também cantou música italiana profissionalmente por muitos anos.

No próximo dia 17 de abril (domingo), das 13h às 16h, Mario Pastore se apresentará na Churrascaria Dona Rô, em São Caetano do Sul (SP), ao lado do Maestro Carlos Bonanni em um almoço com clássicos da música Italiana. O fã que quiser assistir Mario Pastore e almoçar uma ótima comida tem que reservar seu lugar, pois os convites são limitados – o Rodízio está incluso no convite no valor de R$ 49,90.

“Será um evento inusitado para quem está acostumado a me ver cantar com as minhas bandas. Vou cantar operas italianas e músicas românticas de um repertório muito bem escolhido. Além de tudo isso, quem for, poderá saborear um belo almoço. Meu grande amigo maestro Carlos Bonanni é um grande músico e uma pessoa espetacular. Será uma honra cantar com ele novamente”, disse Mario Pastore.

Veja Mario Pastore cantando Nessun Dorma: 



Serviço – Mario Pastore & Carlos Bonanni:


ONDE: Churrascaria Dono Rô
QUANDO: 17 de abril (domingo)
ENDEREÇO: Rua Niterói, 30, São Caetano do Sul (SP)
CONVITE: R$ 49,90 (rodízio incluso)
RESERVAS: 11 – 4221-5157


Fonte: TRM Press

ATTRACTHA: Edu Falaschi será produtor do debut álbum





O ATTRACTHA anunciou que o renomado Edu Falaschi (Almah, ex-Angra) será o produtor do debut álbum, com previsão de lançamento para agosto de 2016.

A banda está realizando a pré-produção do disco com Edu e em breve irão anunciar estúdio e data para o início das gravações.

Acompanhe a evolução dos trabalhos: 


Unmasked Files [Official video] - Attractha
Watch now "Unmasked Files"!! Attractha's new single!
Publicado por AttracthA em Domingo, 28 de fevereiro de 2016

Acompanhe ATTRACTHA no Facebook: www.facebook.com/AttracthA

Assessoria de Imprensa: www.facebook.com/IslandPressBr


Fonte: Island Press

HEAVY LOAD: evento voltado ao heavy metal tem segunda edição neste domingo no Asteroid em Sorocaba


Foto: Eliton Tomasi



Foto: Cris Almeida

Megadeth Cover, Pop Javali, Nôva e discotecagem com apresentadora do programa Jusvarn são as atrações 


O cenário heavy metal da região metropolitana de Sorocaba agora tem mais um espaço. É o "Heavy Load", evento do Asteroid, em Sorocaba/SP, que reúne o melhor do metal clássico e contemporâneo através de shows que mesclam bandas cover e autorais, tendo sempre um grupo da região. Além das apresentações ao vivo, discotecagens especiais prometem animar os metalheads presentes durante os intervalos das apresentações.

Três bandas estão escalas para a segunda edição do "Heavy Load" deste domingo dia 03 de Abril. 

Com o recém-lançado "Dystopia", o Megadeth continua mostrando porque é, definitivamente, um dos melhores e maiores nomes do metal de todos os tempos. Para os brasileiros a banda passou a ser ainda mais especial após a entrada do guitarrista Kiko Loureiro (Angra).

De Campinas/SP vem a banda Sleepwalkers que promete revisitar todos os maiores clássicos do Megadeth como "Holy Wars", "Hangar 18", "Peace Cells", "In My Darkest Hour", "A Tout Le Monde", "The Mechanix", "Trust", "Symphony Of Destruction", entre outros. A banda é formada por Bruno Gusman (interpretando Dave Mustaine), João Lucas (interpretando Kiko Loureiro), Miguel Rambo (interpretando Chris Adler) e Renato Casácio (interpretando David Ellefson). 

Com mais de 20 anos de carreira e shows ao lado do Deep Purple, Uriah Heep, Ugly Kid Joe, entre outros, o POP JAVALI vive seu melhor momento! O power trio de hard/heavy acabou de retornar da Europa onde realizou nove shows pela Inglaterra, Alemanha, Suíça, Itália e Holanda. Entre as apresentações, destacam-se a do Cart & Horses em Londres - mesmo pub onde o Iron Maiden iniciou sua carreira -, e os festivais Sneker Metal Meeting, na Holanda, e Razorblade, na Alemanha.

A recepção ao POP JAVALI foi tão boa que o grupo logo tornou-se pauta na imprensa do velho mundo. O The Pit, um dos sites especializados mais respeitados da Alemanha, publicou em sua cobertura do Festival Razorblade que o Pop Javali foi, "sem dúvida, a grande surpresa do festival". Aqui no Brasil a repercussão não tem sido diferente. A Roadie Crew, principal e mais respeitada revista impressa de rock, publicou uma entrevista de duas páginas com o grupo!

Para consolidar o sucesso dessa primeira experiência pela Europa, o POP JAVALI lança no meio do ano o CD ao vivo "Live In Amsterdam", com seu show gravado na capital holandesa.

Nessa nova apresentação em Sorocaba, o Pop Javali trará o mesmo show que fez a cabeça do público Europeu, com músicas dos seus dois álbuns de estúdio, "No Reason To Be Lonely" e "The Game Of Fate", esse último produzido por Andria e Ivan Busic do Dr. Sin. 

O POP JAVALI é formado por Marcelo Frizzo (baixo/vocal), Jaéder Menossi (guitarra) e Loks Rasmussen (bateria). 


Representante de Sorocaba nessa segunda edição do "Heavy Load", a Nôva surgiu em 2012 com o lançamento do EP "O Tempo". Com uma nova proposta musical muito mais pesada e agressiva, a banda lançou em 2015 seu novo trabalho, "As One We Rise", incluindo seis faixas, agora cantadas em inglês. O grupo é formado por Fernando Xavier no vocal, Filipe Delbel e Gustavo Kussuki nas guitarras, Felipe Schmidt no baixo e o baterista Theo Queiroz.

Nos intervalos das apresentações de Megadeth Cover, Pop Javali e Nôva, quem estará comandando as pick-ups será Juliana Garanhani, apresentadora do programa de metal Jusvarn que vai ao ar toda sexta-feira pela TVR (Canal 23 da Net Sorocaba). Ju, como é conhecida pelos fãs do programa, é locutora profissional, além de produtora cultural e organizadora de eventos. Ju promete agitar os metalheads neste domingo com clássicos do Iron Maiden, Ozzy, Pantera, Metallica, Anthrax, Motorhead, Dio, entre outros sons escolhidos pelo próprio público através do Facebook. 

A apresentadora fez uma chamada para o evento na mais recente edição do Jusvarn: 


O "Heavy Load" está programado para iniciar às 18:00 e terminar às 23:00. A entrada custa R$ 15,00.


Serviço:


Heavy Load #2 com Megadeth Cover (Sleepwalkers), Pop Javali, Nôva e discotecagem com Ju do programa Jusvarn

Data: Domingo, 03 de Abril de 2016
Horário: 18:00 às 23:00
Local: Asteroid - Rua Aparecida, 737 - Sorocaba/SP

Ingressos: R$ 15,00 (à venda apenas no local na hora do show)

Censura: Somente maiores de 18 anos. É obrigatória a apresentação de RG, ou documento legal com foto, independente de cadastro ou maioridade. Menores de idade, somente acompanhado de pai, mãe ou responsável legal

Outras Informações: A casa conta com banheiro para cadeirante e amplo espaço externo. Aceita os cartões Visa, Mastercard, Dinners, Amex, entre outros. 

Mais Informações:

Megadeth Cover (Sleepwalkers): www.facebook.com/Sleepmegacover


Pop Javali:





Programa Jusvarn:

www.jusvarn.com


Fonte: Som do Darma
Release e Informações para a Imprensa
A/C Eliton Tomasi
(15) 3211-1621

30 de mar de 2016

NO WAY: capa e título do novo álbum revelados



Are you up for the Challenge?




A banda NO WAY, de São Paulo, vem trazendo notícias!

Com lançamento previsto para o segundo semestre desse ano, o novo álbum do quarteto se chamará "Challenge". 

A capa foi feita pelo artista Marcelo Almeida (que já trabalhou com bandas como Malefactor).


"Challenge" terá 10 faixas inéditas, e incluirá o Single mais recente da banda, "Kill For Money", como faixa bônus.


Mais notícias em breve.


Fonte: No Way

CANDLEMASS: anunciada banda de abertura e mudança de lote dos ingressos em SP



A banda escolhida para a abertura do show do Candlemass em São Paulo no dia 21/04 na Clash Club, é o Helllight.


O Helllight cai como uma luva, com seu doom arrastado e melancólico. A banda já esteve em alguns shows importantes, dentre eles, podemos citar a abertura para o Therion, no Teatro Abril/SP, em 2012 – eles já haviam feito a abertura para os suecos em outra oportunidade. A banda foi formada em 1996, em São Paulo, e possuem 5 álbuns e um EP, sendo o mais recente trabalho, o disco “Journey Through Endless Storms”, lançado em 2015


Os ingressos estão no segundo lote, e os preços passam para:

R$ 120,00 – Pista Meia Entrada 2º lote
R$ 130,00 – Pista 2º lote (promocional por tempo limitado!)

Acompanhe a página do evento no Facebook:


O CANDLEMASS foi formado em 1984 em Estocolmo, na Suécia e já no ano de 1986, debutaram com a obra prima, "Epicus Doomicus Metallicus”. De lá para cá são onze discos de estúdio, além de EP’s, e “ao vivo”. Impossível não citar outras pérolas de sua discografia, como “Nightfall” (1987), “Ancient Dreams” (1988), ”Tales Of Creation” (1989), entre outros.

A formação conta com Leif Edling (baixo), Mats "Mappe" Björkman (guitarra), Jan Lindh (bateria), Lars "Lasse" Johansson (guitarra), Mats Levén (vocal) e Per Wiberg (teclados). 

Assista o CANDLEMASS tocando “Solitude” na França, no ano passado:



SERVIÇO:

Cronos Entertainment orgulhosamente apresenta, o retorno da grande lenda e pioneira do Epic Doom Metal ao Brasil e São Paulo!

CANDLEMASS

(Turnê Comemorativa 30 anos - Tocando todos os clássicos da carreira e principalmente o "Epicus Doomicus Metallicus").

Abertura: Helllight



Local: Clash Club - Rua Barra Funda, 969 - Barra Funda - SP
Data: 21/04/2016 (Quinta Feira - Feriado)

INGRESSOS: (SEGUNDO LOTE!)

Pista Meia: R$ 120,00
Pista : R$ 130,00 (promocional por tempo limitado!)
Camarote/ Mezzanino: R$ 160,00 (1º lote!)

Ponto de venda sem taxa de conveniência:

Hunter Records (Galeria do Rock)
Mutilation Records (Galeria do Rock)


Outros pontos de venda com taxa de conveniência em São Paulo, Santos, Sorocaba, ABC, Osasco e São Mateus:





A/C ​Luciano Piantonni - Director

SCARPAST - In Memoriam (Álbum)


2016
Independente
Nacional

Nota: 9,0/10,0

Texto: Marcos "Big Daddy" Garcia


Um dos pontos mais fortes do Doom Death Metal é ele estar fora de evidência no momento. Longe dos olhos, e perto do coração, o gênero é capaz de mutar, evoluir e ganhar novos contornos, e quando o vemos este nosso velho conhecido, ele está renovado e preparado para novos desafios. E conhecer bandas que surgem em nossas terras, mostrando como se pode evoluir, mas mantendo as raízes firmes, é algo sempre bom. E ver o que o quinteto SCARPAST, de Santa Maria (RS), fazendo bonito em seu primeiro disco, "In Memoriam", não tem preço.

Mantendo o peso, a cadência e mais aura soturna do gênero, mas impondo alguns elementos novos, o grupo se mostra diferenciado de muitos que andam por aí. Basta ver que os arranjos pesados e bem feitos de baixo e guitarras não são lá muito convencionais (lembram muito algumas coisas do Dark Metal), vocais que usam uma diversidade de timbres ótima (que vão do limpo sussurrado ao gutural profundo e mesmo alguns tons mais rasgados), a bateria mostrando que pode ser técnica, pesada e bem trabalhada sem perder a cadência, além de teclados, flautas e pianos usados com sobriedade e nos momentos mais certos. A banda sabe ser diversificada, mas consensual, pesada e elegante, e que está começando a abrir novas possibilidades sonoras para o gênero. E acreditem: eles são capazes de encaixar belos momentos limpos e com certa melodia no meio de tanto azedume e peso. É algo bem diferente!

Ricardo Gehling segurou a produção. E o resultado foi uma gravação mais seca, mas suja e agressiva, longe dos tons graves usados à exaustão no gênero. E mesmo assim, a banda consegue ter uma clareza instrumental quase orgânica, sem muitos enfeites e efeitos. Além disso, o trabalho gráfico de Cássio Lemos ficou ótimo, especialmente pela capa que deixa claro o lado artístico e soturno do grupo.

Em oito músicas ótimas, fica claro que o SCARPAST é uma banda ousada, que resolveu não descartar as possibilidades que as influências musicais individuais de seus membros poderiam render. Usaram de tudo, tiveram a sabedoria necessária para tanto, e foram capazes de lançar um disco que, sem exageros, pode se tornar a pedra angular para muita coisa feita no gênero.

Renascido das Águas, Abençoado por Rosas Negras - É uma introdução sinistra, adornada com teclados e vocais sussurrados, mas bela e bem cuidada.

My Deep Loneliness - O azedume começa com uma canção capaz de deixar os fãs de Doom Death Metal de queixo caído. O peso é avassalador, fora a cadência fúnebre ser envolvente, mostrando a ousadia do uso de vocais rasgados e guturais nas mesmas proporções, fora orquestrações bem feitas. Mas cuidado, pois as mudanças de ritmo são muitas.

Despised by God - Imaginem um BLACK SABBATH dos primórdios com um jeitão BATHORY. Sim, a banda é capaz de chegar a tanto, mas sem deixar de soar ela mesma, mostrando um trabalho de riffs e solos de guitarra de primeira. E se existem mudanças rítmicas ótimas, é apenas para valorizar ainda mais o grupo, além de belos e introspectivos momentos limpos.

Queen of the Seven Crossroads - Aqui, os tempos não são tão lentos, mas em termos de criatividade, o grupo arrasa. Os pianos estão muito bem colocados, mesmo nos momentos mais agressivos, além de a base rítmica ser bem variada. E mais uma vez, os vocais fogem dos padrões do estilo.

Abyssum Abyssis Invocat - Uma pequena instrumental focada em teclados e cordas limpas, apenas para aclimar o ouvinte.

Awaking From the Lethargy - Curta e agressiva, mostrando um lado Doom Death Metal mais ríspido, mas onde algumas melodias nos solos funcionam muito bem, fora os teclados estarem muito bem mais uma vez.

In Memoriam - Como é uma faixa mais longa (mais de oito minutos), o lado mais depressivo e melancólico do quinteto aparece, justamente pelo uso de vocais normais mais góticos, além de muitas mudanças rítmicas fascinantes. E isso tudo sobre uma base instrumental muito boa e diferente do que costumamos ouvir por aí.

Painted in Blood and Coldness - A faixa mais longa de todas, com mais de 10 minutos de muito peso, azedume e diversidade rítmica, sendo que ela não nos cansa em momento algum (e veja como a flauta aparece muito bem, sem destoar dos outros instrumentos). E, além disso, lá perto do final, uma surpresa maravilhosa: a banda emenda com "Man of Iron", uma versão bem pessoal e acústica do hino do BATHORY.

Não tenho medo de dizer que o grupo se atreveu a pegar o estilo a partir de discos clássicos como "As the Flower Withers" do MY DYING BRIDE e "Gothic" do PARADISE LOST e resolveu abrir um caminho diferente de ambas as bandas, aproveitando e tornando mais versátil o lado bruto e agressivo do Doom Death Metal.

É ouvir, conhecer e compreender o que digo. E sim, ouvir, pois a banda disponibilizou "In Memoriam" para download gratuito aqui, ou para streaming no Soundcloud e Youtube.

Deixem de ser acomodados, e conheçam o futuro que a música do SCARPAST nos possibilita ver agora.



Músicas:

1. Renascido das Águas, Abençoado por Rosas Negras
2. My Deep Loneliness
3. Despised by God
4. Queen of the Seven Crossroads
5. Abyssum Abyssis Invocat
6. Awaking From The Lethargy
7. In Memoriam
8. Painted in Blood and Coldness


Banda:


Patrick Gomes - Vocais
Rafael Léguas - Guitarras
Gregory Wolf - Baixo
Cibelle Hollerbach - Teclados, flauta, piano
Daniel Lopes - Bateria 

Contatos:


DIABOLICAL FUNERAL: banda procura novo baterista




A banda DIABOLICAL FUNERAL está atrás de um novo baterista para completar a sua formação, James Andresen, baterista convidado que ocupava esse posto deixou a banda no início de 2016, e agora a banda procura um membro que compactue com a mesma ideologia dos outros músicos para fazer parte da formação integralmente.

DIABOLICAL FUNERAL é uma banda formada em 2009 e conta com um EP intitulado “A Morte dos Santos”, um full length de nome “Queime a Igreja” e um EP online chamado “Seu Deus Está Morto”, todos lançados em 2015, além de um Split álbum com a banda Death Calls lançada em fevereiro de 2016. A banda pretende lançar um novo trabalho na metade de 2016, e apesar de já estar com o álbum gravado, já pretendem lança-lo com nova e unificada formação.

Para maiores informações basta entrar em contato pelo e-mail: banda_metal20@hotmail.com

Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites relacionados:



​THE SISTERS OF MERCY: ingressos para show em São Paulo estão à venda




Com produção da Top Link Music, a banda britânica THE SISTERS OF MERCY fará uma apresentação em São Paulo, dia 16 de setembro, no Tom Brasil. Os ingressos já estão à venda com valores de R$80,00 até R$350,00.


Uma das principais bandas da cena do rock alternativo britânico na década de oitenta, o THE SISTERS OF MERCY, liderado pelo vocalista Andrew Eldritch, não lança nenhum álbum de inéditas desde 1990, quando saiu “Vision Thing”.

Nesta nova turnê mundial, o THE SISTERS OF MERCY tem apresentado clássicos de todos os álbuns e algumas faixas mais obscuras. O repertório costuma ter mais de 20 músicas e deve agradar até os fãs mais antigos. No set-list não faltam clássicos como “More”, “Lucretia My Reflection”, “Vision Thing”, “Temple of Love” e “This Corrosion”, entre outras surpresas.

Atualmente, a banda é formada por Andrew Eldritch (vocal), Doktor Avalanche (bateria e baixo), Chris Catalyst (guitarra) e Ben Christo (guitarra).



Serviço:

INGRESSOS
CADEIRA ALTA V. PARCIAL: a partir de R$125,00
CAMAROTE: a partir de R$175,00
FRISAS: a partir de R$150,00
PISTA: a partir de R$80,00
PISTA Vip: a partir de R$150,00
PISTA 2° LOTE: a partir de R$85,00

Classificação: 14 anos.

Meia Entrada: Estudantes, Pessoa com deficiência e um acompanhante, Idosos (pessoas com mais de 60 anos), Jovens pertencentes a famílias de baixa renda, com idades de 15 a 29 anos, Diretores, coordenadores pedagógicos, supervisores e titulares de cargos do quadro de apoio das escolas das redes estadual e municipais, Professores da rede pública estadual e das redes municipais de ensino.

Ponto de Venda Sem Taxa de Conveniência: TOM BRASIL. Endereço Completo: Rua Bragança Paulista, 1281.

Horário de Funcionamento: De Segunda a Sábado das 10:00hs as 20:00hs. Domingos e Feriados das 10:00hs as 18:00hs. Em dias de show a bilheteria terá seu horário estendido em 30 minutos após o início do show.


Marketing Artístico/Entretenimento
A/C Damaris Hoffman

VULCANO: com novidades na formação, banda volta a ser um quinteto




Ivan Pellicciotti não é mais baixista do VULCANO, a decisão de sair da banda foi inteiramente do músico e deu-se por motivos profissionais, segundo o músico o excesso de shows e turnês estariam de certa forma atrapalhando suas funções de produtor musical e engenheiro de gravação. Ivan estava na banda desde 2013, mas já vinha participando das gravações de álbuns anteriores, e sai da banda de forma amigável, continuando como produtor do VULCANO em seus álbuns. Em seu lugar entrou o já conhecido da banda Carlos Diaz, músico que deu lugar a Ivan Pellicciotti em 2013 retorna a banda, Carlos esteve na banda entre 2006 a 2013 e gravou os álbuns “Thunder Metal” (Split álbum com Nifelheim), “Five Skulls and One Chalice” e “The Man The Key The Beast”, participando de duas turnês na Europa com a banda.

A outra novidade é Gerson Fajardo, que foi confirmado pela banda como o “quinto elemento” fechando a banda novamente como um quinteto, o músico já vinha participando de algumas apresentações apenas para dar um apoio a banda, porém o resultado foi tão positivo que o VULCANO resolveu efetivá-lo como o novo guitarrista. Gerson é um antigo amigo da banda, nos anos 90 tocou com Zhema e Arthur "von barbarian" nas Bandas Talavera e Renegados, recentemente participou e gravou duas músicas no EP "The Awakening of an Ancient and Wicked Soul", além de já ter sido o “personal roadie” do Zhema e de Tamá "satamás" Buday do Nifelheim na turnê de 2014.

Com isso a nova formação do VULCANO fica assim:

Zhema Rodero - Guitarra
Gerson Fajardo - Guitarra
Arthur Von Barbarian - Bateria
Luiz Carlos Louzada - Vocais
Carlos Diaz - Baixo

Contato para shows e assessoria: http://www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites relacionados:



Epic Metal Fest confirma 1ª edição no Brasil



Além da banda holandesa EPICA, festival terá importantes nomes do heavy metal em São Paulo – foto: divulgação

Acaba de ser oficialmente anunciada a primeira edição do Epic Metal Fest no Brasil. Com produção da Overload, o evento tem curadoria da banda holandesa EPICA e acontecerá no dia 15 de outubro, na Audio Club, em São Paulo.

Sucesso de público e de critica na Holanda, o Epic Metal Fest manterá o mesmo padrão de qualidade europeu, reunindo, em dois palcos, sete importantes bandas da música pesada nacional e internacional. 

Por enquanto, a única atração confirmada é o próprio EPICA, em apresentação única e exclusiva na América do Sul em 2016. Simone Simons (vocal), Mark Jansen (guitarra/vocal), Coen Janssen (synth/piano), Ariën van Weesenbeek (bateria/vocal), Isaac Delahaye (guitarra) e Rob van der Loo (baixo) aproveitarão a oportunidade para fazer o show de lançamento do seu novo álbum, que será lançado no segundo semestre.

Além dos shows, o festival também contará com food trucks, merchandising especial e meet and greet com alguns artistas, entre outras novidades. A localização da Audio Club, próxima ao Terminal da Barra Funda, e o horário do festival, que tem previsão de encerramento às 22h, foram pensados para facilitar o acesso dos fãs, que devem vir de diversos Estados e até de países vizinhos.

Todas informações sobre line-up, venda de ingressos e horários serão divulgadas nas próximas semanas pela Overload e pelo Epica.


O Epic Metal Fest ocorreu, no dia 22 de novembro de 2015, no Klokgebouw, em Eindhoven, Holanda. O line-up foi composto por EPICA, Sepultura, Fear Factory, Eluveite, Moonspell, Periphery, entre outras. Confira o vídeo de como foi a primeira edição do evento na Europa em https://www.youtube.com/watch?v=CyDadPtGxrI.

Links relacionados:


A/C Costábile Salzano Jr.
11 4703.0489 | 11 964.197.206

ROBERTINHO DO RECIFE: baixe gratuitamente o clássico “Metal Mania”



Estreia da nova formação será no palco do lendário festival Abril Pro Rock, em Recife.

ROBERTINHO DO RECIFE, que ressurgiu recentemente com a nova formação do “Metal Mana”, disponibilizou o download deste clássico álbum do Metal brasileiro, em sua página do Facebook. Lançado em 1984, “Metal Mania” trazia 10 músicas, e deixou o Brasil todo de boca aberta, na época, com a sonoridade ríspida e pesada do Hard e do Metal.

Baixe “Metal Mania”, aqui:



O disco trazia o seguinte tracklist:

Robertinho do Recife - Metal Mania (1984)

01 - Fantasia Preto e Prata
02 - Fogo
03 - Metal Mania
04 - Gata
05 - Corações e Pernas
06 - Barbaridade
07 - O Trem Fantasma
08 - Dança Lolita
09 - Pedrada
10 - Assassina


Respeitado não só por músicos brasileiros, como também, do exterior, Robertinho do Recife anunciou sua nova tour, “Hey Hey Metalmaniacs”. E o mais importante: Um projeto inusitado envolvendo o clássico “Metal Mania”, que será divulgado em breve.

A nova formação do “Metal Mania”, traz além dele, o vocalista da formação clássica do “Metal Mania”, Lucky Leminski, e o “sangue novo” dos jovens Rob Khalil (baixo), Isa Nielsen (guitarra, Detonator) e Jully Lee (bateria)

A banda se prepara para uma volta com força máxima no tradicional e respeitado festival, Abril Pro Rock em Recife, onde tocam no dia 30/04 (sábado), ao lado de bandas como Malevolent Creation (EUA), Warrel Dane (EUA), Viper, Korzus, Nervochaos, Oitão, entre outras.



Curta a página de ROBERTINHO DO RECIFE e Metal Mania no Facebook, e fique por dentro das novidades:



A/C ​Luciano Piantonni - Director
55 11 98427 2573

SEPTERRA: banda lança oficialmente o álbum “Freedom of the Dark One”




A banda carioca SEPTERRA lança nesta quarta-feira, 30 de março, seu primeiro álbum full lenght. Composto de 11 faixas, o álbum de estreia “Freedom of the Dark One” é conceitual. Tratando do tema pesadelo da primeira à última faixa, o trabalho conta toda a saga de um homem com coração negro que se perde dentro do próprio pesadelo e de suas antigas maldades.

Formada em 2007 por Filippe ZK (vocal), Marcio Fernandez (guitarras), Diego Felix (teclados) e Marcio Kendi (baixo), a banda Septerra tem uma proposta bem própria de retomar a sonoridade clássica do Heavy Metal, sem soar datada, mas com personalidade própria – o álbum contou com a participação do baterista Anderson Miranda, que gravou todo o material.

‘Freedom of the Dark One’ foi gravado e produzido nos estúdios Musark e Locomotiva, no Rio de Janeiro. Os trabalhos de mix e master deste álbum foram realizadas pelo produtor carioca Sidney Sohn.

“Ficamos extremamente felizes com o resultado final do álbum. Desde o começo de composição até o lançamento do álbum foi quase 1 década. Foi um hiato enorme em que ficamos focados em nosso projetos pessoais e na gravação do full length. Mas valeu a pena e vamos continuar. Somos uma banda completamente diferente daquela que gravou o EP “Darkness Within” em 2008. As músicas estão muito melhores, as composições mais coesas, a banda mais unida e acredito, melhor, tenho certeza, somos músicos muito melhores hoje. Uma vitória para se lembrar”, explicou o guitarrista Marcio Fernandez.

Todo o álbum está disponível para download gratuitamente e para audição no Youtube e Spotify. Curta a página do Facebook e fique atento nas novidades. Esse mês, a banda fará várias promoções e sorteios. Fiquem de olhos abertos!

Escute “Freedom Of The Dark One” no Spotify: 



Veja o tracklist:

01. Nightfall
02. Nightmare (The Terror from Within)
03. The Awakening
04. The Well of Nothingness
05. Forlorn Hope
06. Beneath My Skin
07. Sacred Gates
08. Keeper of Dreams
09. Freedom of the Dark One
10. Dark Symphony
11. River Red


SEPTERRA Line-Up:

Filippe ZK (vocal)
Marcio Fernandez (guitarras)
Diego Felix (teclados)
Marcio Kendi (baixo)

Mais informações:


O que você faria se olhasse para o lado e visse seu próprio corpo inerte na cama à noite?
Se sua única esperança se transformasse num demônio de gelo e fogo?
O que você faria se todas suas lembranças lhe trouxessem terror e agonia?
Se sua alma ardesse em ódio e dor e você não conseguisse controlar esse instinto?
Se a única saída fosse uma batalha iminente contra seu pior inimigo?
E o que você faria se tudo não passasse de um pesadelo do qual não conseguisse fugir?
O que você faria?
Saiba o que ele faria em Freedom Of The Dark One.


Fonte: TRM Press