30 de dez de 2012

NervoChaos - To The Death (CD)



Cogumelo Discos - Nacional
Nota 10

Por Marcos Garcia

O NERVOCHAOS já é uma instituição dentro do Metal extremo nacional, pois estão na ativa desde 1996, destilando um Death Metal bruto, cheio de energia e visceral até os dentes, mantendo a pegada insana, e ele retornam com 'To The Death', seu quinto disco de estúdio, um autêntico massacre sonoro como raramente é visto em terras brasileiras.

O que você encontrará em 'To The Death'?

Vocais guturais urrados com extrema competência, riffs e solos de guitarras completamente insanos (sendo que nos solos, temos várias participações especiais), baixo firme e pesado no acompanhamento e uma bateria que consegue ser pesada, extreme e técnica na medida certa. E isso tudo coeso e pesado, como uma banda veterana deve ser.


O CD foi gravado nos Flames Studios, no RJ, com produção do próprio quarteto em conjunto com os engenheiros de som Igor & Victor "Gala", e mixagem e masterização feitas nos Alpha Omega Studios, em Milão, na Itália, pelas mãos de Alex Azzali,  conhecido por seus trabalhos com ANCIENT, BEHEMOTH, DISMEMBER, GRAVE, SEPTC FLESH, ROTTING CHRIST, CRO MAGS, MARDUK, HATE, VADER e outros, ou seja, por mãos mais que experientes em termos de som agressivo, logo, a sonoridade do CD une com maestria a rispidez e brutalidade necessárias à banda com a limpeza e transparência requeridas em um CD desse porte. A arte, por sua da capa, por sua vez, foi feita por Joe Petagno, conhecido pelos trabalhos gráficos de bandas como LED ZEPPELIN, NAZARETH, MOTORHEAD, PINK FLOYD, MARDUK, entre tantas outras, e ficou muito boa, com uma apresentação bem agressiva, embora extremamente refinada. O que mostra o que iremos encontrar no conteúdo musical.

Musicalmente, este é o CD mais maduro do NERVOCHAOS, onde uma sonoridade mais polida e clara se une a um trabalho musical brutal e agressivo, como é da tradição do quarteto, e esta fusão rende frutos ótimos, pois as faixas estão bem niveladas por cima, mantendo o CD homogêneo do início ao fim, com destaque para a brutal e rápida 'Mark of The Beast', com riffs maciços e ótimo trabalho da cozinha rítmica, com a participação especial de Antônio (do KORZUS) no solo; a peso-mamute e empolgante 'Sheep Among Wolves', com um andamento bem ganchudo, ótimos vocais e a participação de Jão (do RxDxP) no solo; igualmente empolgante é 'Your World's Trend', com um ótimo refrão, e as guitarras mostram uma diversidade sonora ótima, mesmo sob tanto peso e brutalidade; a excelente 'The Gospel of Judas', onde os andamentos se alternam entre a velocidade moderada e outros momentos mais cadenciados, com ótima diversidade instrumental, com solo feito por Cherry (do HELLSAKURA); a mais variada e arrasadora de tímpanos 'The Exile', onde o baixo aparece bastante, e pelo andamento ser um pouco mais complexo em suas alternâncias, é digno de menção, fora as vocalizações perfeitas, e mais um convidado especial: Ralph Santolla (do OBITUARY e DEICIDE) no solo; 'To the Death', outra onde o baixo aparece bastante, e é uma cacetada bem dada, rápida e agressiva de doer; as trampadas 'Hate' e 'Delusions and Lies'; e a matadora 'Wolves Curse', onde o veterano Zhema, do VULCANO, dá as caras no solo. As outras faixas não citadas são indispensáveis, pois o CD é, como dito antes, bem homogêneo e de alto nível.

The Exile

Tracklist:

01. Mark of the Beast
02. Sheep Among Wolves
03. Your World's Trend
04. Gospel Of Judas
05. The Exile
06. To The Death
07. Hate
08. Smoking Mortal Remains
09. Mind Under Siege
10. Delusions and Lies
11. Destroyer Of Worlds
12. Warlords Unbound
13. Wolves Curse


Formação:

Guiller - Vocais, guitarras
Quinho - Guitarras
Felipe Freitas - Baixo
Edu Lane - Bateria


Contatos:

29 de dez de 2012

Goatlove - The Goats are not What They Seem


Independente - Nacional
Nota 10

Por Marcos Garcia

Na história do Metal e do próprio Rock'n'Roll como um todo, muitos dos discos que foram burilados até a exaustão foram verdadeiros fracassos musicais (nem citaremos o aspecto comercial), ao passo que alguns feitos de forma mais despojada e descompromissada obtiveram resultados singulares, sendo verdadeiras referências. São discos assim que marcam época, que fazem o fã vibrar e que ficam eternizados. E um sério candidato brazuca  a entrar neste time é, sem sombra de dúvidas, o GOATLOVE, que chegam com seu excelente 'The Goats are not What They Seem', que saiu no apagar das luzes de 2012.

A banda não quer saber de ser inovadora, de salvar o Rock, de serem Rockstars, e é justamente sendo despojados que sua música ganha forma e vitalidade, em um Metal/Rock extremamente empolgante e grudento, em uma linha lembrando o Hard de bandas como THE CULT e AC/DC com o ranço de Punk Rock e do próprio Rock'n'Roll, ou seja, muita melodia e pegada, em um disco repleto de hits instantâneos, que você ouve e sai cantarolando. Ótimos vocais, bem despojados, mas mostrando um trabalho bem legal, guitarras faiscando em bases e solos pesados e ganchudos, cozinha baixo-bateria mostrando muito peso e boa técnica. E quando funde-se tudo isso, temos uma banda coesa e firme, executando seu Goat'n'Roll com maestria.

A produção musical do trabalho ficou nas mãos de Marco Nunes, guitarrista da banda, que soube deixar o trabalho soando com energia e bem espontâneo, forte e com vitalidade incrível, mas sem deixar de ser limpo e bastante claro aos ouvidos. Já a capa, em um belíssimo trabalho da fotógrafa Priscilla Zamarioni, tendo a modelo Li Borges na capa. Uma referência explícita à capa do primeiro disco do BLACK SABBATH, só que ao invés de uma velha senhora, temos uma bela jovem, mostrando que estes sacanas não tem nada de bobos.

Quando o CD começa a rolar, é melhor aumentar bastante o volume, pois é um remédio ótimo contra o estresse, bem como vai deixar seus vizinhos fãs de pagode, funk e axé com raiva, pois este Bode tem chifres bem grandes e que fazem a inveja alheia aparecer.

É injusto querer destacar uma música em meio de 11 odes ao bom e velho 'Rock'n'Roll Way of Life', já que o trabalho se nivela por cima, e é muito homogêneo. Se quiserem um referencial, ouçam logo a raivosa 'Brand New Horse', uma paulada bem pesada e cheia de energia, onde a bateria mostra sua categoria; o hit 'Beautiful Bomb', com vocais e guitarras ótimas, e um refrão absolutamente ganchudo; a boggie 'Here She Comes (Hot Stuff)', com solos carregados no "wah-wah" e uma participação de vocais femininos bem legal; 'Desperate Passion', com um jeitão um pouquinho mais Gothic Rock, e assim, o baixo aparece bastante; a despojada 'Automatic Fire'; a grudenta e empolgante 'St. Pity', com ótimo refrão, vocais muito bem postados, guitarras faíscantes, baixo e bateria fortes e entrosados; e a longa e ótima 'Devil Sun'. E não, nenhuma das faixas não citadas é ruim em relação a estas, não confundam as coisas, por favor. O CD é irrepreensível.

Já que no país andam instituindo tanta 'bolsa-sei-lá-o-que', que tal instituírem a bolsa-GOATLOVE?

Essa faz bem e educa as crianças no bom caminho!


Tracklist:

01. Brand New Horse
02. Beautiful Bomb
03. Here She Comes (Hot Stuff)
04. Blade Of Love
05. Desperate Passion
06. Kill Somebody
07. Ultramarine Dog
08. Automatic Fire
09. I Don’t Believe
10. St. Pity
11. Devil Sun


Formação:

Roger Lombardi – Vocal
Marco Nunes – Guitarra
Fábio Gusmão – Guitarra
Frank Gasparotto – Guitarra
Renato Canonico – Baixo
Alexandre Watt – Bateria


Contatos:

www.goatloveweb.com
https://www.facebook.com/goatloveweb
http://metalmedia.com.br/goatlove
http://www.myspace.com/goatloveweb
www.tramavirtual.com.br/goatlove
https://twitter.com/goatloveweb
http://www.youtube.com/goatloveweb
http://soundcloud.com/goatlove
http://reverbnation.com/goatlove

Os melhores de 2012 segundo Ben Ami Scopinho



Um dos nomes mais fortes da imprensa especializada no Brasil é o de Ben Ami Scopinho, graças ao seu trabalho reconhecido no Whiplash. Foi lendo suas resenhas que este que vos escreve aprendeu muita coisa.

Sem mais delongas, vamos ver a opinião de Ben sobre os melhores de 2012.

Onde Trabalha na Imprensa, e com o que: www.whiplash.net / colaborador (resenhas e entrevistas)

Melhores 5 Discos Internacionais:

BORKNAGAR - Urd
LITTLE CAESAR - American Dream
CRIPPLED BLACK PHOENIX - (Mankind) The Crafty Ape
MOONSPELL - Alpha Noir / Omega White
RICHIE SAMBORA - Aftermath Of The Lowdown



Melhores 5 Discos Nacionais:

HEADHUNTER D. C. - ...In Unholy Mourning...
SILENT CELL - The Absence Of Hope
HEPTAH - Master Of Delusion
RYGEL - Imminent
TORQVEREM - Vber Crvciatvs

Melhor DVD: Saxon - Heavy Metal Thunder Live - Eagles Over Wacken

Melhor Show nacional (Banda /Local): Rinoceronte no Psicodália (Rio Negrinho, SC)

Melhor Show internacional (Banda/Local): Crucified Barbara (Florianópolis, SC)

Revelação: Silent Cell

Decepção de 2012: 'A Different Kind Of Truth', do VAN HALEN


28 de dez de 2012

Notícias: Wargods Press (28/12/2012)




= = =

Blaze Bayley: Informações sobre o “Maiden Fest” em Vitória


A agência de shows OPEN THE ROAD anuncia a edição do “Maiden Fest” em Vitória/ES. O evento intitulado de “Maiden Fest” receberá em sua primeira edição o carismático vocalista BLAZE BAYLEY que esteve no Iron Maiden nos anos 90 e responsável pelos álbuns 'The X-Factor' e 'Virtual XI' como de diversos Singles lançados pela donzela. O vocalista, que está na turnê acústica intitulada de “The King of Resistance Tour”, promete conquistar todos os “Maiden Maníacos” com versões diferenciadas e cativantes. Para acompanhar o artista nessa grande festa teremos a apresentação do holandês Thomas Zwidjsen e seu projeto Nylon Maiden, trabalho o qual o artista traduziu para violão de nylon os grandes clássicos da donzela. O show do Nylon Maiden como o de BLAZE BAYLEY, terá a participação especial da holandesa Anne Bakker nos violinos. A primeira data do festival será realizada em 11/01 na cidade de Vitória/ES. 


Confiram abaixo todos os detalhes:

Informações sobre o show em Vitória/ES:


Data: 11/01
Hora: 20h (abertura da casa)
Local: Rua Rômulo Samorini, 33
Censura: 18 anos


Cronograma:

PIECE OF MAIDEN – 00:45 minutos de show tocando os clássicos do Iron Maiden fase Bruce Dickinson e Paul Di'Anno.

NYLON MAIDEN – 00:45 minutos de show onde o músico apresentará a tradução dos grandes clássicos da banda para violão de Nylon, com a participação especial de Anne Bakker nos violinos.

BLAZE BAYLEY – 01:20 minutos de show tocando os clássicos do vocalista ao lado do Iron Maiden e de sua carreira solo em versões acústicas. Participações especiais de Thomas Zwidjsen e Anne Bakker.

SPECIAL JAM – Clássicos do Iron Maiden fase Blaze Bayley contando com o Piece of Maiden e Thomas Zwidjsen como banda em versões plugadas e eletrizantes.


Pontos de venda de ingressos:

Pub em Reforma - Rua Rômulo Samorini, 33 – Vitória/ES

Valor de ingresso:
1º lote: (50 ingressos) a R$40,00
2º lote: (50 ingressos) a R$50,00
3º lote e portaria: R$60,00


Vídeos promocionais das versões acústicas que serão apresentadas:

Wasting Love


The Soundtrack of My Life


The Trooper

Contatos:



= = =


Scelerata: Coletânea alemã destaca bandas brasileiras


A rádio e gravadora alemã POWER PROG lançará hoje uma coletânea virtual chamada 'Brazil Rocks – The Best of Brazilian Heavy Metal Vol. 1', contendo apenas bandas brasileiras, e dentre elas, o SCELERATA, com “Rising Sun” (também disponível com vídeo clipe: http://youtu.be/MOMCMLrVBLE). Além da banda, participarão Aclla, Age of Artemis, Pastore, Rygel, Shadowside, dentre outros. Para conferir acesse www.facebook.com/powerprogofficial e baixe a coletânea diretamente da página.


E o último disco, 'The Sniper', tem obtido excelentes resenhas de revistas e sites especializados, tanto estrangeiros quanto brasileiros. A rádio americana METAL EXPRESS deu nota 8 de 10 para o disco, leia um trecho da resenha feita por Sean Meloy:


“A maior mudança para o Scelerata é a adição do novo vocalista, Fabio Juan, que entrou na banda na turnê de 2010. O talento vocal de Juan é ilimitado. Ele canta com grande poder e paixão...”, disse Meloy, que ainda elogiou o trabalho de guitarras realizado por Renato Osório e Magnus Wichman: “As guitarras gêmeas dos talentosos Magnus Wichmann e Renato Osario também desempenham um papel muito importante para o sucesso de 'The Sniper'”. 

Leia o restante (em inglês): http://bit.ly/TtlTEb

Já Robby Stevens, do site grego http://hardcity.gr não poupou elogios, dando nota máxima à 'The Sniper', afirmando o seguinte: “Quem gosta de Power Metal, Heavy clássico, ou é fã de música de qualidade precisa ouvir este álbum!”. Para Robby, um dos destaques do álbum é 'Breaking the Chains':  “Quando eu ouvi a música 'Breaking the Chains' a introdução vocal me pegou de surpresa. A música me faz lembrar das grandes bandas de Metal clássico da década de oitenta.”.

Leia o restante (em inglês): http://bit.ly/Ttlemj

Contatos:

Assessoria e Shows: contato@wargodspress.com


= = = 


27 de dez de 2012

Barbaria - Under The Black Flag (CD Demo)



Independente - Nacional
Nota 9

Por Marcos Garcia

Há alguns dias, este que vos escreve teve o prazer de ser consultado sobre uma relação dos melhores do ano de 2012, e nas bandas que irão se destacar em 2013, as escolhidas foram COMMAND6, ZOMBIE COOKBOOK, ambas com trabalhos fantásticos em 2012, e o BARBARIA, que deve estar lançando seu primeiro Full Length no início de 2013, mas cujo Demo CD de 2011, 'Under the Black Flag', mostra claramente o motivo e tamanha confiança.

Um Heavy/Power Metal nos moldes europeus dos anos 80, pesado, cheio de energia, muito contagiante e com ótima noção melódica, e tudo em uma embalagem focada em temas sobre piratas, que ficou muito legal, pois esta fórmula, embora não seja inédita, é pouco utilizada, ainda mais com a devida aclimatação como o BARBARIA faz, logo, comparações com o RUNNING WILD não fazem justiça alguma à banda.

Vocais fortes e que soam ora agressivos, ora mais suaves e outras vezes no timbre normal conforme a necessidade; riffs e solos de guitarra muito bem construídos, baixo e bateria que pulsam com peso e energia, comandando os andamentos da banda. O resultado desta alquimia é uma música forte e muito pesada, capaz não só de empolgar o ouvinte (ao ponto de levá-lo a cantar junto a canção), mas também de levá-lo ao banging constante.

Gravado no Barbaria’s Tabern Studio, e tendo a produção feita por Fernando Piasecki, baterista da banda, temos uma sonoridade intensa e crua, pesada de rachar os dentes, mas faltou um certo 'punch' nas guitarras, que ficaram um pouco baixas, sendo o único porém a ser dito. A capa mostra o tradicional "Jolly Roger", a bandeira pirata com caveiras e ossos cruzados.

Contendo seis faixas ('Sailing Through the Seas' é uma introdução), este trabalho é bem homogêneo e mostra uma banda com extremo potencial para se tornar um dos nomes fortes do Metal nacional, como visto na ótima e empolgante 'Under the Black Flag', uma faixa bem diversificada e pesada, que possui inclusive vídeo oficial, com destaque para os vocais fortes de Draco e solos de Marcelo; 'Legions Forgotten by the Gods', uma faixa mais pesada e de andamento moderado, daquelas que leva o público à loucura em shows, com ótimo trabalho de Fernando na bateria; a linda balada semi-acústica 'Battle Tale', composta em 70% apenas de voz e violão, para ganhar peso e agressividade em seu final; a destruidora de pescoços 'The Flying Dutchman', com belos arranjos de teclado em seu início, para logo ganhar um andamento moderado e pesado, destacando bastante as guitarras e o baixo, que fazem um belíssimo trabalho, e por favor, "Dutchman" significa "holandês", e não "alemão"; a instrumental 'Barbaria’s Tabern', que é bem aclimatada; e a versão ao vivo em estúdio de 'Legions Forgotten by the Gods'.

E preparem-se para a abordagem desses bucaneiros do Metal!


Under the Black Flag

Tracklist:

01. Sailing Through the Seas
02. Under the Black Flag
03. Legions Forgotten by the Gods
04. Battle Tale
05. The Flying Dutchman
06. Barbaria’s Tabern
07. Legions Forgotten by the Gods – Bonus Live Studio Version


Formação:

Draco Louback – Vocal
Marcelo Louback – Guitarra
Carlos Veraart – Baixo
Fernando Piasecki – Bateria



Contatos:

26 de dez de 2012

Mosh Pit Never Die em 11/01/2013, no Planet Music - RJ (Show)



O próximo Mosh Pit Never Die acontece dia 11 de janeiro no Planet Music com as bandas KHATRYNA, RECKONING HOUR, IMPACTO FRONTAL, UPSIDE DOWN, ARTEMIS e TRYATOMAS INFECTUS. O fundador do movimento, Luciano Paz, conta como foi a criação do Mosh Pit e a importância de eventos como este para cena underground.

Por Sylvia Sussekind

Da aonde surgiu a ideia de montar o mosh pit never dies? E o nome, surgiu de que forma?

Luciano Paz: Já fazia shows de bandas como Envydust, Colegial, Glória, Fim do Silêncio e Confronto em Caxias e em Jacarepaguá. Mas em setembro de 2008 fiz uma tour pelo Rio de 4 ou 5 shows com o Confronto, Antigone e Colegial e vi o quão o Metalcore e post HC estavam na onda e na moda. O show da tour em Cascadura na Planet Music me abriu os olhos pra um público novo que curtia essas bandas independentes e comecei o Mosh Pit Mode On. E tinha uma galera fiel que tava lá todo evento pra fazer um mosh pit muito violento.

O evento já rolava com o nome de Mosh Pit Mode On há 4 anos atrás, pois o MPMO marcou uma geração de fãns de post hc, metalcore e deathcore do underground carioca.

Bandas como Hellbreath, A Marcha das Arvores, ArielRebelFriends, V For Vendetta, Born to Be, Colegial, Transdid, Pray For Us e The True Simbiose acabaram e com isso eu não achei legal continuar com o mesmo nome, o nome tava muito ligado aquelas bandas. Dei uma pausa de uns 3 meses com eventos e voltei com o Mosh Pit Never Die, pois neste hiato muita gente falava o "Mosh Pit Morreu", daí o nome novo


Qual é o objetivo do projeto? Quais foram os momentos mais marcantes?

Luciano Paz: Um movimento que tem 4 anos, uma cena com público fiel não pode ser um projeto, projetos são coisas que pessoas que tão fazendo eventos ou montam bandas não sabem se vão dar certo ou não, tudo que monto de eventos é projeto até rolar o primeiro, se deu certo o primeiro, deixa de ser projeto e se torna uma realidade!!!

E o Mosh Pit Never Die é uma realidade na cena underground carioca.

O recorde de público foi quando fiz o Envydust e deu o cabalistico numero de 333 pagantes na Planet Music, casa cheia!!! Ultimamente tenho trazido bandas de fora do Rio pro estado como Sea Smile, Bayside Kings, One True Reason, Alto Teor de Revolta, Shark at Abyss, Analisando Sara, e o melhor evento deste ano que foi com o Slow Bleeding de Brasília. Tem rolado todo mês o evento, exceto quando tem o Brutal Alliance que é o evento organizado pelo Rubens ex-Steallurora e Frank Lima da Maieuttica.


Qual a importância de eventos como estes para a cena underground?

Luciano Paz: Muitas bandas novas de Metalcore são descobertas nesses eventos. Se misturando com outras que já tão há algum tempo na estrada. Uma pega o público da outra.

Tem bandas que fazem seu primeiro show no Mosh Pit Never Die. Hoje o evento é uma referência pra quem tem banda de Post HC, Screamo, Metalcore e Deathcore, muita gente que tem banda destes estilos me procuram pra tocar nele.

Dos 4 eventos que produzo é o que mais sinto prazer em fazer!

O Maior Evento de Post Hc, Metalcore e Deathcore do Rio de Janeiro.

Apresenta :
Khatryna ,diretamente de São Paulo!
Convidadas :
Reckoning Hour (Metalcore)
Impacto Frontal (Metalcore)
Upside Down (Metal Alternativo)
Artemis (Metalcore)
Tryatomas Infectus (Grindcore)
Planet Music,Av ernani Cardoso 66, Cascadura,RJ
Sexta - Feira,11 de Janeiro ,As 21:00 Hrs
ENTRADA : 12 REAIS.

Notícias: Metal Media Management (26/12/2012)




= = =


Di Lallo: Confira novo vídeo de "Back to the Scene" com vocalista do Andralls


Já foi liberado o quarto vídeo do projeto 'Back to the Scene' do músico Di Lallo, desta vez para a faixa 'Time for a Change'. A música conta com o vocalista Cleber Orsioli, do Andralls.



Além da nova música, já foram liberadas as faixas 'Struggle to Survive' com Fernanda Lira do Nervosa (http://www.youtube.com/watch?v=ihCuR2yX4wg); 'Realidade Crua', que conta com a participação nos vocais de Alex Coelho (ex-Andralls) e Tiago Moreli (http://www.youtube.com/watch?v=kZJZU5QM1Pc), ambos da banda Lama Negra e 'Face Against the Wall', que contou com os vocais de Juca, da lendária banda de Thrash Metal Executer (http://www.youtube.com/watch?v=aZQ-eSvTi2M&hd=1).

'Back to the Scene' é um trabalho voltado ao Thrash Metal, mas sem abrir mão de outras vertentes do Metal em geral. O trabalho, inicialmente, será voltado à internet, com a divulgação dos vídeos com as músicas. Além da Metal Media, Di Lallo também conta com o apoio de Fábio Lins da Metalworks nas filmagens e edição dos vídeos para internet; do artista gráfico Marcel Briani, da banda In Soulitary, responsável por todo o material gráfico do projeto e de Adriano Bazolli (ex-Di Lallo & Band), nas consultorias e revisões ortográficas do material em inglês.

Para conferir as novidades e todos os vídeos, acesse http://www.facebook.com/Dilallobtts


= = =


Chaos Synopsis: Novo vídeo do 'making of' disponibilizado



O CHAOS SYNOPSIS acaba de disponibilizar a terceira parte da sequência de vídeos do 'making of' de seu novo trabalho, sucessor de 'Kvlt Ov Dementia', lançado em 2009.

Neste vídeo o foco é na gravação das linhas de baixo, executadas pelo também vocalista Jairo. Claro que cenas inusitadas também estão presentes, além de alguns trechos pré-mixados das canções:


'Art Of Killing' está sendo gravado no estúdio Oversonic com produção de Vagner Alba e coprodução do baterista Friggi Mad Beats. A masterização será feita por um renomado produtor internacional e em breve será divulgado.

Não deixe de conferir as duas primeiras partes do 'making of':




Contatos para shows e merchandise: jairochaos@yahoo.com.br

Sites relacionados:



= = =


Notícias: Island Press (26/12/2012)




= = =


Against Tolerance: lança 1º vídeo do projeto #ATSessions



A banda de Metal/Experimental AGAINST TOLERANCE lançou o primeiro vídeo do projeto #ATSessions, que consiste no registro ao vivo em estúdio de quatro músicas pela nova formação do grupo, Vitor Horvath (voz e guitarra), Hugo Bispo (voz e baixo) e Biel Astolfi (voz e bateria). Neste vídeo apresentam a música 'Cold Hearts', que integra o debut 'Undefined' (2011).

Para assistir o vídeo acesse: 


Confira as próximas datas dos lançamentos:

31/12: 'Welcome To The Desert Of The Real'
07/01: 'Dias Irae'
14/01: 'Redemption Song' (Bob Marley Cover)

Links relacionados:



= = = 


Impéria: anuncia novos projetos para 2013


Ainda em processo de divulgação do primeiro álbum de estúdio, “Em Dias Assim”, lançado em 2011, a banda de Rock ‘N’ Roll IMPÉRIA almeja concretizar vários projetos em 2013.

“Temos alguns planos para a banda em 2013, incluindo fechar com uma empresa de booking, fazer muitos shows pelo Brasil, gravar um novo vídeo clipe, e talvez, iniciar a gravação do segundo disco”, comentou o guitarrista Felippe Deliberalli.

Links relacionados:



= = =


Marcos De Ros: adapta música de Valdir Verona para guitarra


O guitarrista gaúcho MARCOS DE ROS registrou um vídeo onde adapta a música 'Valsa Crioula', mais uma bela composição do conceituado Valdir Verona (violeiro, violonista e compositor), para guitarra elétrica. Atraído pela singeleza da melodia da música, DE ROS realizou algumas adaptações para aproveitar melhor certos recursos da guitarra.

Para assistir o vídeo acesse: 


Links relacionados:



= = =


Roadsider: disponibiliza novas músicas para audição


A banda cearense de Stoner/Thrash Metal ROADSIDER, formada atualmente por Flávio Rovere (vocal), Samuel Reis (guitarra), Gabriel Paiva (guitarra), Kalil Caliope (baixo) e Cléber Viveiros (bateria), disponibilizou para audição 'Hiding The Scars' e 'Always More', músicas que irão integrar 'Devil’s A Hitchhiker', primeiro álbum de estúdio do grupo, previsto para lançamento no início de 2013.

Para escutar 'Hiding The Scars' acesse: 


Para escutar 'Always More' acesse: 


Links relacionados:


= = =


Tankard: realizará show em Belém/PA



A veterana banda alemã de Thrash Metal TANKARD irá participar do Thrash Punk Assault Party, que será realizado no próximo dia 20/01/13 (domingo) no Arena African Bar, em Belém/PA. O evento também irá contar com a participação especial das bandas WARPATH (PA), SURRA (SP), ADIPOCERA (PA), DRAKVLA (SP), WAR HEAD (Croácia) e MYSTICAL VISION (AM).

- TANKARD (Alemanha)

- War-Head(Cróacia)

- Drákula(SP)

- Surra(SP)

- Adipócera

- Warpath

- Mystical Vision(Am)

Serviço:
Dias: 20/01/13 (domingo)
Horário: 17h00
Ingresso
- 1º lote: R$ 50,00
- 2º lote: R$ 75,00
- 3º lote: R$ 100,00
Local: Arena African Bar, Belém/PA


= = =

Fonte: Island Press